Conectado por

Mato Grosso

Janaina Riva rebate Emanuelzinho, que estaria se metendo em assunto do MDB


Compartilhe:

Publicado por

em

A deputada Janaina Riva (MDB) reagiu às declarações do deputado federal Emanuelzinho (PTB), que é filho do prefeito reeleito da capital, Emanuel Pinheiro, companheiro de partido de Janaina. Por meio de suas redes sociais, Emanuelzinho teceu uma série de críticas a postura do partido de seu pai, o MDB, que segundo ele não teria se empenhado o suficiente pela sua reeleição, sendo rebatido em seguida pela deputada emedebista.

Emanuelzinho usou sua conta de Facebook para alfinetar a sigla, que segundo ele não teria se empenhado no projeto de reeleição de seu pai. “O MDB optou por não se manifestar nas eleições em 2020 na capital. Não importa qual seja o seu motivo, com raras exceções, esse foi o posicionamento. Uns ficaram neutros, outros ficaram contra. Esse é um fato. Agora, pós-eleição todos querem discutir, dar opinião e ajudar a conduzir”, disparou, fazendo uma série de outras críticas em seguida.

Imagem: Janaina Riva
“A atitude de opinar sobre o partido alheio mostra a imaturidade do parlamentar”, disparou a deputada Janaina Riva – Foto: assessoria/ALMT

Sua declaração foi imediatamente rebatida por Janaina, que é vice-presidente do MDB no estado e afirmou textualmente que o deputado não “legitimidade” para entrar em assuntos internos do MDB, já que ele é filiado ao PTB de Várzea Grande. “O deputado mostra-se magoado com a “surra política” que levou do MDB de Várzea Grande, onde obteve praticamente a mesma quantidade de votos para prefeito do que recebeu como deputado federal (3 mil votos de diferença apenas), saindo do pleito menor politicamente”, disse, por meio de uma nota.

Janaina citou a ajuda financeira recebida pela campanha eleitoral de Emanuel Pinheiro, que recebeu R$ 1 milhão do MDB nacional e R$ 400 mil reais articulados pelo presidente Carlos Bezerra do fundo partidário e classificou como “imaturidade” a manifestação de Emanuelzinho. “A atitude de opinar sobre o partido alheio mostra a imaturidade do parlamentar. O MDB possui 2 deputados federais, 3 deputados estaduais, 1 secretário de estado, prefeitos, vereadores e milhares de lideranças. Sobram no partido maturidade e experiência para definirem os rumos a serem tomados. Tornando a preocupação do deputado inócua e sem sentido”.

Entenda melhor

O relacionamento do prefeito da capital com seu partido, o MDB, já vem desgastado há tempos, devido principalmente à sua postura crítica com relação ao governador Mauro Mendes (DEM), de quem o MDB é aliado, inclusive ocupando cargos no seu governo. Também pesou desfavoravelmente na balança para Emanuel Pinheiro o fato de seu filho, Emanuelzinho, ter saído candidato à deputado federal pelo PTB, para depois ser candidato da sigla em Várzea Grande, concorrendo com o candidato do MDB, Kalil Baracat, que acabou ganhando as eleições.

Por essas e outras situações, o clima não anda bom e já se fala publicamente da saída do prefeito da sigla que o reelegeu, até para viabilizar seu projeto de ser candidato a governador em 2022. De sua parte, as lideranças emedebistas tem afirmado também em público que pretende manter Emanuel em suas fileiras, mas é grande o desgaste para ambas as partes e a cada diz fica mais claro o distanciamento das partes.

AGORAMT