Conectado por

Featured

Janaina pede a Joice Hasselmann urgência em liberação do FEX


Compartilhe:

Publicado por

em

Parlamentares de Mato Grosso se reuniram com a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) e fizeram um apelo para que ela auxilie na liberação dos recursos do Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX).

Segundo a deputada Janaina Riva (MDB), os mato-grossenses precisam sentir a retribuição e um olhar diferenciado por parte do governo federal.

“Estou aqui representando a Assembleia Legislativa como vice-presidente e em nome do Parlamento te pedimos o FEX. Pedimos não, imploramos. Primeiro porque foi dificílimo encarar o PSL nas urnas em Mato Grosso, o partido estourou. Só sobraram os fortes na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal e eu acredito que o presidente Jair Bolsonaro tenha que dar essa sinalização ao povo de Mato Grosso de que está com os olhos voltados para a gente, porque neste momento nós precisamos”.

“Nós tivemos gestões difíceis no passado e para se ter uma ideia, no mês de janeiro, tivemos um déficit de R$ 60 milhões na saúde; no mês de fevereiro isso reduziu para R$ 40 milhões. A nossa prioridade é ajuda na liberação do FEX. Claro que em outro momento queremos debater a BR-163, a BR-174 e outros assuntos ligados à infraestrutura, mas o FEX neste momento seria uma sinalização de que o governo federal está olhando por nós”, disse Janaina.

A parlamentar acredita que com a liberação do FEX para Mato Grosso, o governo federal terá o empenho dos deputados nas discussões relacionadas à reforma da previdência, considerada hoje o maior “gargalo” do governo federal.

“Se vier o FEX eu lhe dou a minha palavra e acredito que todos ou a maioria dos deputados também, do nosso empenho nas articulações com relação à reforma da previdência que hoje é o grande gargalo do governo federal. A gente quer ajudar”.

“O FEX está parado desde o ano passado e é claro que eu até achei zeloso da parte do governo Michel Temer, mas agora se encontra nas mão do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, para ser colocado em pauta, se possível peço que seja em regime de urgência pela situação que o estado vive. Temos uma decreto de calamidade financeira em vigência e acredito termos todos os argumentos neste momento para que o governo federal faça esse repasse. Fazendo esse repasse, creio que com os nossos senadores Jayme Campos, Wellington Fagundes e Selma Arruda, a questão da previdência já esteja pacificada. E fica aqui também o encaminhamento do MDB, que tem dois deputados federais e está disposto fazer esse trabalho conjunto para o pagamento do FEX”, finalizou.