Conectado por

Rondônia

Jair Montes requer informações sobre custos para realização da Rondônia Rural Show


Compartilhe:

Publicado por

em

Em sessão ordinária na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Jair Montes (PTC) solicitou ao Poder Executivo através da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Regularização Fundiária (Seagri), informações sobre os custos para realização da 8º edição da Rondônia Rural Show, que vai acontecer entre os dias 22 e 25 de maio. 

O evento é caracterizado como uma grande feira de oportunidades dos negócios voltados ao agronegócio do Estado e realizada anualmente pelo governo de Rondônia por meio da Secretaria de Estadual da Agricultura (Seagri), no município de Ji-Paraná, cidade no centro do Estado, o que privilegia o acesso e a logística para a realização do evento. 

Jair Montes ressalta que existem os possíveis custos com a realização do evento como a locação de tendas, stands, trailer e contêiner para abrigar as instituições públicas e financeiras, locação de gerador de energia, instalações elétricas, propaganda e marketing, hospedagem, passagens aéreas, locação de veículos e aeronaves, projetos de postais eletrônicos, gastos com combustíveis, disponibilização de serviços públicos e diárias, bem como formalização de processos licitatórios. 

O parlamentar quer saber qual o valor do custo total anual previsto pelo Governo para realizar o evento, número de servidores estaduais envolvidos, com relação de nomes, matrículas e lotação, despesas previstas com contratação de hospedagem, diárias de servidores estaduais, alimentação, passagens terrestres e aéreas. 

Jair Montes destaca que é preciso saber se haverá contratação de atrações artísticas de expressão local, regional ou nacional para a realização de shows musicais, relação do valor do cachê que será pago, processos licitatórios no âmbito da Seagri e do Governo Estadual que foram formalizados. 

A Rondônia Rural Show surgiu com a necessidade de buscar novas tecnologias e práticas mais eficazes para a produção agropecuária rondoniense, proporcionando assim o desenvolvimento econômico e social do Estado. “O evento é de suma importância para a geração de grandes negócios em Rondônia, mas precisamos ter cautela com os gastos, em especial com o dinheiro público investido”, concluiu Jair Montes.