Conectado por

Medicina

Isotretinoína: entenda quando é indicado e seus efeitos colaterais


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

Os problemas graves de acne não se resolvem com tanta facilidade e em muitos casos é preciso recorrer ao uso da Isotretinoína. O medicamento é conhecido pelos nomes comerciais Roacutan e Acnova, disponíveis no mercado.

Ele pode ser encontrado em gel ou cápsulas, mas são seus efeitos colaterais e possíveis reações adversas que merecem maior atenção e cuidado. É um medicamento que só pode ser usado depois de uma avaliação médica, sendo a compra condicionada à apresentação de uma receita.

Neste post você vai saber o que é, para quem é indicado e como usar a Isotretinoína. Continue lendo e veja quais são as possíveis reações causadas pelo medicamento e todos os cuidados com o seu uso!

O que é a Isotretinoína?

É um medicamento usado para tratar as formas graves de acne, sobretudo, em situações de resistência aos tratamentos já realizados.

Derivado da vitamina A – retinóide (que inclui substâncias como acitretina, adapaleno, alitretinoína, bexaroteno, Isotretinoína, tazaroteno e tretinoína), ele afeta a atividade das glândulas que produzem sebo, por isso, é eficiente no trato da acne agressiva.

Para quem o medicamento é indicado?

A Isotretinoína pode ser usada por pessoas a partir dos 12 anos, desde que com o devido acompanhamento médico. Entretanto, jamais pode ser usado por mulheres grávidas, sob o risco de causar defeitos sérios no feto — face, orelhas, coração e sistema nervoso.

Além da gestação, existem outros casos em que o uso da Isotretinoína não é recomendado:

mulheres no período de lactação;

hipervitaminose A preexistente;

quem faz uso de tetraciclinas e derivados;

pacientes com valores lipídicos sanguíneos excessivamente elevados;

pessoas com hipersensibilidade à Isotretinoína;

alérgicos à soja devido à composição à base de óleo de soja.

Quais são as formas de usar a Isotretinoína?

Após a avaliação e de acordo com o grau das lesões, o médico indicará umas das formas de usar o medicamento — em gel ou cápsulas.

Gel

Em sua forma de gel, a Isotretinoína deve ser aplicada sobre a área lesionada uma vez ao dia. O ideal é que a aplicação seja realizada à noite, depois da limpeza e secagem da pele.

Cápsulas

De modo geral, o tratamento em cápsulas se inicia com 0,5 mg/kg diário, podendo chegar a 1,0 mg/kg. Nos casos mais graves, com presença de acnes no tronco, as doses diárias podem aumentar e chegar a 2,0 mg/kg.

A duração do tratamento, tanto em sua fórmula de gel, quanto em cápsulas, dependerá da resposta de cada pessoa. É possível eliminar os sintomas ou reduzir a gravidade desse tipo de acne em cerca de 16 a 24 semanas de uso do medicamento.

Quais são os possíveis efeitos colaterais ao uso da Isotretinoína?

A resposta ao tratamento com Isotretinoína é eficaz e costuma deixar as pessoas com a pele afetada pela acne grave, esperançosas e ansiosas para iniciar logo o tratamento.

Contudo, é fundamental conhecer  os efeitos colaterais provocados pelo uso desse medicamento. O paciente deve estar ciente dos riscos e possíveis reações adversas para informar ao médico sobre qualquer sintoma diferente.

Veja algumas das reações mais comuns ao uso de Isotretinoína:

aumento dos níveis de gorduras e colesterol no sangue;

anemia;

aumento ou diminuição das plaquetas;

irritação ou ressecamento dos olhos;

ressecamento da pele e lábios;

dores musculares e articulares;

cefaleia;

cansaço;

tontura;

náusea e vômito;

alterações do humor;

dor no estômago;

dor no intestino;

sangramento do nariz e gengiva;

diarreia;

falta de apetite;

conjuntivite;

bolhas nos braços, pernas e rosto;

queda de cabelo;

coceira na pele;

depressão.

Esses são os efeitos que acometem grande parte dos pacientes que utilizam o medicamento. É possível que em alguns casos, as reações sejam mais sérias, atingindo órgãos importantes e comprometendo o bom funcionamento do organismo.

Por isso, o médico responsável pelo tratamento deve ser especialista e ter experiência no uso de retinóides sistêmicos, conhecendo bem os riscos de reações em todos os tipos de pacientes, sobretudo, em mulheres grávidas.

Antes de tomar a decisão de usar a Isotretinoína como recurso de tratamento para um problema grave de acne, sane todas as dúvidas possíveis. Converse com o médico, para se prevenir e fazer um tratamento que, ao final, tenha resultados seguros e satisfatórios.

Semprebem.paguemenos.com.br

Publicidade
Casas De Apostas Online

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento