Conectado por
Governo de Rondônia

Geral

Inventor do polpetone, Antonio Buonerba morre em São Paulo

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Morreu em São Paulo o inventor o prato tradicional conhecido como polpetone.

Antonio Buonerba, o Seu Toninho, tinha 78 anos e morreu em decorrência de problemas no intestino. O corpo foi enterrado na manhã desta sexta-feira (29). Seu Toninho deixou filhos, netos e uma maravilha gastronômica que muita gente tentou imitar.

Seu Toninho, nasceu em 1939, no Cambuci, Centro de São Paulo. Ele começou a trabalhar aos 9 anos, entregando as pizzas feitas pela mãe. A pizzaria em Santa Cecília virou uma cantina.

Seu Toninho se tornou aprendiz de pizzaiolo e garçom e começou a descobrir os segredos da culinária.

 Antonio Buonerva, o Seu Toninho, criou o polpetone (Foto: TV Globo/Reprodução)

Antonio Buonerva, o Seu Toninho, criou o polpetone (Foto: TV Globo/Reprodução)

Foi nos anos 70, quando seu Toninho já era chefe, que ele deixou uma marca na gastronomia. Ao tentar acabar com o desperdício de comida, ele acabou inventando um dos pratos mais tradicionais de São Paulo: o polpetone.

A ideia era aproveitar as pontas do filé mignon cortadas para fazer o filé à parmegiana. Ele decidiu moer o que sobrava, rechear com queijo muçarela, empanar, fritar e colocar molho de tomate em cima.

Adolfo Scardovelli, gerente de uma cantina, trabalhou 60 anos ao lado do seu Toninho testemunhou tudo isso. É um dos poucos que conhecem a receita original do polpetone. E conta que os dois riam toda vez que alguém tentava imitar o prato.

“Ele dizia, quanto mais faz mais nós vendemos. E cada um que faz, um faz pior que o outro. Até ele criou esse nome polpetone.”

Assista entrevista:

https://www.youtube.com/watch?v=IlDzkZ4JZzs