Conectado por
Governo de Rondônia

Concursos

Inscrições abertas e gratuitas para o curso Técnico em Agentes de Saúde e de Combate às Endemias em MT

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Estão abertas as inscrições para o curso gratuito de formação profissional Técnico em Agente Comunitário de Saúde (TACS), com ênfase em Combate à Endemia. O pré-lançamento foi nesta terça-feira (15.12), durante a cerimônia de projeção do Programa Social “Ser Família”, liderado pela primeira-dama de Mato Grosso, Virgínia Mendes, no Palácio Paiaguás, em Cuiabá. As inscrições podem ser feitas até o dia 17 de janeiro de 2021 pelo site: www.tacsmt.com.br.

O curso é oferecido pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), por meio da Escola do Legislativo, com execução do Instituto Brasil Adentro (IBA), e apoio do Governo do Estado. A capacitação é voltada exclusivamente para Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate à Endemias (ACE) que possuem ensino médio completo e atuam no estado. São 1.200 vagas nos 141 municípios. O início das aulas semipresenciais está previsto para fevereiro.

A ideia do curso de qualificação surgiu após a instalação da Câmara Setorial Temática (CST) dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate a Endemias na ALMT, em agosto do ano passado. O deputado estadual Max Russi (PSB) é o presidente da CST e foi o responsável pelo pré-lançamento das inscrições nesta terça-feira.

“O curso qualifica e prepara esses profissionais para atender melhor as famílias de Mato Grosso, além de oferecer a oportunidade de aumentar a remuneração salarial dos agentes, dependendo do plano de cargos e carreiras de cada município”, declarou o deputado.

Max Russi ressalta a função social exercida pela categoria à população, por isso, o pré-lançamento simultâneo ao Programa “Ser Família”, que busca atender famílias em situação de vulnerabilidade. “Os agentes de saúde e endêmicos têm também um importante papel social ao levar informações, orientações e identificar as primeiras necessidades das famílias”, reiterou.

Segundo Carlos Eduardo Santos, relator da CST, pela primeira vez a Assembleia Legislativa tem uma Câmara Setorial que trata exclusivamente dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias no Estado.

“A prioridade é a qualificação desses profissionais, porque além de ser um investimento na área da saúde, também agrega mais conhecimento aos agentes, que estão diretamente nas residências e atendem as primeiras necessidades das famílias de vários municípios de Mato Grosso”, lembrou.

A Câmara Setorial Temática é composta por membros representantes do Ministério Público do Trabalho, Ministério Público de Contas, Defensoria do Estado, Sindicato da categoria, União das Câmaras Municipais de Mato Grosso (UCMMAT) e Escola do Legislativo.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Combate à Endemias no Estado de Mato Grosso (Sintrace-MT), Wilson Cutas, parabenizou a Assembleia Legislativa por proporcionar essa condição aos profissionais, saindo na frente de muitos estados.

“Fico muito feliz com a realização do curso, principalmente porque vem num momento oportuno, onde os agentes comunitários de saúde e de combate à endemias têm condições de se qualificar para levar saúde pública de qualidade à população que realmente necessita de atendimento”.

O diretor executivo do Instituto Brasil Adentro, Lucas Calasans Corrêa da Costa Mendes, explica que a parceria com a Assembleia Legislativa firma o compromisso da entidade em oferecer gratuitamente o curso de profissionalização aos agentes de saúde e endêmicos, visando a melhoria de qualidade na prestação de serviços para a comunidade.

“Estamos trabalhando desde outubro com a nossa equipe técnica e parceiros para fornecer o curso em Mato Grosso, da melhor forma possível, atendendo às reais necessidades dos agentes quanto à capacitação profissional e em conexão com conteúdo de pessoas experientes na área da saúde básica”, concluiu.

Sobre o Curso

Para participar do curso é necessário comprovar atividade na área, possuir ensino médio completo e atuar em Mato Grosso. São cerca de 1.200 vagas, com carga horária mínima de 1.200 horas. Os módulos serão semipresenciais, ou seja, todas as aulas em formato de Ensino à Distância (online), com adição de duas aulas presenciais por mês, realizadas nas cidades polos.

Os participantes terão direito a material didático digital e impresso, apoio pedagógico com tutores online e presencial, além de aulas práticas. Ao final do curso, previsto para novembro de 2021, o participante terá uma cerimônia de formatura e diploma do curso técnico reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Sobre o Instituto

O Instituto Brasil Adentro (IBA) é uma organização da sociedade civil constituída em abril de 2005 e desde então atua com projetos e ações que visam apoiar as estratégias e ações de aproximação das políticas públicas aos beneficiários. Em março de 2008, o IBA recebeu a qualificação de Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), por meio de publicação do Ministério da Justiça, no Diário Oficial da União, tendo sido escolhida, no ano de 2010 pelo Ministério dos Esportes, para ser uma das Entidades Fiscalizadoras de Projetos financiados pelo Governo Federal.

Fotos: Assessoria