Conectado por

Religião

Inquieta-me a alma – Por Ricardo Oliveira

Publicado por

em

Inquieta-me a alma ao pecado que constrange a minha face e desvia meu olhar dos olhos protetores de Deus! Amo-te Senhor de todo o meu coração, mas a tentação vem me encontrar de maneira a seduzir-me em sonhos, como também fora deles. Minha carne parece está impura. E a morada sua sujei-a com a mente.

Continua após a publicidade

Diante disso, tem momentos que anseio vergonhosamente esconder meu interior, mas conheces ele por inteiro. Nada é oculto a ti meu Mestre! Assim como Acab, minha vontade é de dormir “[…] envolto num pano de penitência […]” (1 REIS 21, 27). Porque não sou tão digno de sua graça, apesar de sempre tentar…

Tentar constantemente viver a partir de seus mandamentos! Peço-te misericórdia para as minhas faltas, e “[…] na imensidão de vosso amor, purificai-me! Lavai-me todo inteiro do pecado, e apagai completamente a minha culpa!” (SALMO 50). Como sois bom em sua justiça. Justo és em seu julgamento meu amado.

Coloco-me ao teu lado, para ser restaurado desde o amanhecer até o anoitecer. Conserva-me Cristo em tuas chagas, pois elas são fontes de limpeza do espírito. A cruz não deveria ser para ti, mas a tomaste por minha salvação e reparação. Quero ser perfeito “[…] assim como vosso Pai celeste é perfeito” (MATEUS 5, 48).

 

O que inquieta a sua alma?

A Coluna Versos Em Cristo traz a sensibilidade das poesias como belos cânticos a nos ajudar na nossa intimidade com o Mestre. Publicado de Segunda a Sexta no Jornal O Nortão

          

www.jornalcontemplatio.blogspot.com.br

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *