Conectado por
Governo de Rondônia

Religião

Iniquidade de um poeta – Por Ricardo Oliveira

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Manifesta teu poder, Senhor Jesus! Lavai minha alma da insanidade do pecado.

Manifesta teu poder, Senhor Jesus!

Minh’alma insana purificai.

Lavai-me inteiro do pecado,

Pois foi contra vós que

Venho pecando sem limites.

Minhas orações se esvaem

Quando meu coração está longe de ti!

E ele fica longe demais…

Nem ouço tua voz a mover em mim.

Quero cantar um canto novo!

E na assembleia dos fieis

Pra sempre te louvar.

Com meus lábios te honrar,

E assim estarei em paz.

É porventura, meu bom Pastor,

Ser digno de estar em teus átrios,

Um homem cuja iniquidade vê cometer?

Não é por falta de teus carinhos que sou fraco,

Porque me amas sem ao menos pedi nada.

E quando me chega a hora de deitar,

Todas as lembranças de teu rosto

Vão se apagando com o tempo.

Não me lembro de teu olhar,

E é ai que o inimigo vem me assombrar.

São vontades dos quais eu não desejo,

E me sinto como uma criança indefesa.

Minha consciência pede perdão… Até na sujeira

De minhas mãos. O espírito já não vive intacto,

Embora eu quisesse ser como os teus Santos.

Eles resistiram os ventos contrários,

E na fé perseveraram em teu Nome.

Revisto-me da brancura de tua túnica,

Contudo, a vejo sempre manchada.

Um sangue que é meu,

Oh meu bem precioso!

Não desvies tua misericórdia de mim.

Não me negues por completo,

Neste mundo de tantos medos.

Só tu és o Altíssimo de minha liberdade!

Na imensidão de tua luz me iluminai.

Não tenho tamanho merecimento

Para estar carregando no peito a tua Cruz.

Entretanto, Cristo adorado!

Ofereço-te meus versos como oferta.

Recebei teu servo na alegria de teu sorriso,

Nos campos do teu Santuário.

Glória ao Pai, e Ao Filho com seu esplendor,

Juntamente com o Santo Espírito a conduzir a ti,

O meu verdadeiro amor. Amém.

(Resposta da Meditação Poética – MP).

 

Ricardo Oliveira: Cientista da Religião, Professor, Poeta desde 2003, Especialista em Gestão e Docência em Educação Integral.

Colabora com diversos jornais desde 2008. Poesia escrita em 03/01/2018.  E-mail: oliveirapoeta.oliveira@gmail.com. Grupo no Facebook: Versos para Deus. Jornal Online – Diário Recôndito e Poesia: http://www.reconditoepoesia.prosaeverso.net/