Conectado por

Agronegócios

ILPF e manejo de carrapatos elevam potencial produtivo

Publicado por

em

Pesquisas já comprovaram a eficiência do sistema de Integração Lavoura Pecuária Floresta (ILPF). A técnica permite plantar grãos, criar gado e cultivar florestas em uma única área, com ganhos para todas elas, além de ser benéfica para a conservação do solo com pastagens e redução do efeito estufa.

Continua após a publicidade
<

A Fazenda Cachoeira, em Itaberá (320 km de São Paulo), usa o sistema em uma área não muito grande, cerca de 2800 hectares, sendo que destes 800 são de reserva natural. Nos dois mil hectares restantes é plantada soja, milho grão e sorgo silagem (além de feijão para rotacionar) no sistema de plantio direto, é feita cria e recria de gado nelore, são 150 hectares com eucalipto e metade da propriedade tem pastagem. Cerca de 110 hectares da área agrícola e 70 hectares do pasto são irrigados com pivô central.

A propriedade também adota sistema de meteorologia e monitoramento com aplicativos para manter o padrão produtivo. “Usamos do bom senso. Com tecnologia, investimos na correção e adubação do pasto, cuidamos do bezerro, fazemos melhoramento e optamos pela prevenção de parasitas como o carrapato, que traz enormes prejuízos sanitários e econômicos”, aponta o proprietário Bernhard Kiep.

Conheça a fazenda e os resultados obtidos na reportagem em vídeo, no primeiro episódio da série “Pecuária 4.0: o caminho do boi brasileiro”:

FONTE: AGROLINK