Conectado por

Mundo

Igreja evangélica é incendiada em novo protesto no Chile

Publicado por

em

Uma igreja evangélica foi incendiada na noite da última sexta-feira (13) na região de Araucanía, no sul do Chile, durante protestos violentos no sul do país. Além do templo, pelo menos quatro caminhões foram queimados.

Continua após a publicidade

“Uma série de atos violentos afetou a região de Araucanía e particularmente a província de Malleco, que incluiu a queima de máquinas agrícolas e o incêndio a uma igreja evangélica”, disse Juan Carlos Beltrán, governador de Malleco, uma província localizada a mais de 600 quilômetros de Santiago.

Os incêndios acontecerem na véspera da data da morte de Camilo Catrillanca, um mapuche que foi morto a tiros pela polícia chilena em 2018. No sábado (14), manifestantes bloquearam uma rodovia carregando cartazes com a bandeira Mapuche, um povo de origem indígena luta pela recuperação de seu território ancestral.

Durante décadas, a região de La Araucanía tem sido palco de ataques violentos, incluindo incêndios em caminhões florestais e máquinas agrícolas. Muitos deles são reivindicados por grupos radicais da etnia Mapuche.

Em março de 2016, radicais mapuches promoveram uma série de ataques incendiários contra igrejas católicas e evangélicas em La Araucanía.

Os mapuches representam 10% dos 19 milhões de chilenos, sendo que metade deles vive em comunidades rurais pobres de La Araucanía. A maioria das comunidades mapuches são pacíficas.

Fonte: Guia-me com informações de Associated Press