Conectado por

Nacional

Homem é procurado por matar mulher com machado e enterrá-la


Compartilhe:

Publicado por

em

Um homem acusado de matar a mulher a golpes de machado é procurado pela Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA). Em abril, André Luiz do Castro Silva, conhecido como Cocão, espancou Thamara Michele Ferreira, 22 anos, que possuía um retardo mental moderado, até ela ficar desacordada. Achando que ela estivesse morta, ele atingiu a vítima com o instrumento e depois enterrou o corpo no alto do Morro do Dezoito, em Água Santa, onde o casal morava. Tamara deixa um filho de sete meses. 
André teve a prisão temporária decretada pela Justiça na última sexta-feira. As investigações apontam que Thamara sofria frequentemente agressões por parte de Cocão. Em abril do ano passado, a vítima chegou a pedir uma medida protetiva por conta dos sucessivos espancamentos. No final do ano, grávida de nove meses, foi brutalmente e teve o rosto desfigurado. A mulher abandonou a casa e foi morar com a mãe em Realengo, na Zona Norte.
Entretanto, ele conseguiu convencer a jovem de que teria “mudado” e fazer com que Thamara retornasse para a comunidade do Dezoito. Em fevereiro, a família perdeu contato com ela e começou a procurá-la. O caso foi registrado mês passado na DDPA. 
Uma testemunha foi crucial para desvendar o crime. Ela narra que Cocão admitiu ter espancado Thamara, que ficou desacordada. Após achar que estivesse morta, deu vários golpes de machado e enterrou o corpo n no alto do Morro do Dezoito. Ameaçado de morte pelo tráfico, no qual atuava como “olheiro”, deixou o local e estaria escondido em Parada de Lucas. 
A DDPA pediu à Justiça e foi decretada a prisão temporária de André “Cocão” por homicídio triplamente qualificado, por não ter dado direito de defesa à vítima e por motivo torpe, além do crime de feminícidio.
 
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *