Conectado por

Saúde

Grávida pode tomar dipirona?

Publicado por

em

dipirona é um analgésico com o objetivo de aliviar dores e combater a febre. Ela é considerada um Medicamento Isento de Prescrição (MIP), ou seja, não necessita de receita médica na hora da compra.

Continua após a publicidade

Uma dúvida muito comum durante a gestação é se a dipirona pode ser tomada sem nenhum risco para a saúde da mãe e do bebê. Por isso conversamos com uma especialista para esclarecer de vez essa incerteza que importuna a cabeça da maioria das grávidas. Confira abaixo.

Grávida pode tomar dipirona?

Por ser um medicamento popularmente conhecido no Brasil, a dipirona é muito utilizada, podendo ser encontrada facilmente em qualquer farmácia.

No entanto em outros países, como nos Estados Unidos, o medicamento foi retirado de comercialização por estar associado à agranulocitose e anemia aplásica. Além disso, alguns estudos demonstraram que altas doses de dipirona tem um pequeno potencial mutagênico ou carcinogênico.

Segundo a ginecologista e obstetra, Maria Augusta Tamm, o uso da dipirona não é proibido para gestantes. “A dipirona não está relacionada diretamente às malformações maiores ou menores no feto”, esclarece a especialista em reprodução humana do Grupo Huntington.

Ainda de acordo com a ginecologista, o ideal é sempre fazer acompanhamento com um médico e caso seja necessário, o uso da dipirona deve ser limitado a menores doses e tempo possíveis.

Fonte:Minha Vida