Conectado por

Mato Grosso

Governo terá que ampliar espaço de desembarque no aeroporto de Cuiabá para destravar voo internacional


Compartilhe:

Publicado por

em

O governador Mauro Mendes criou uma comissão que irá trabalhar para destravar a internacionalização do Aeroporto Marechal Rondon, localizado em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá). O voo entre a capital mato-grossense e Santa Cruz de La Sierra é mais uma das novelas envolvendo a Copa do Mundo de 2014, já que a ligação entre as duas cidades seria feita aproveitando a ‘onda do Mundial’. Com a elevação do aeródromo para a categoria médio porte, será preciso ampliar o espaço de desembarque de voos advindos de fora do país.
 
A comissão foi formada durante reunião, na manhã desta quinta-feira (14), com a participação de representantes da Infraero, Trade Turístico, Receita Federal, Prefeitura de Várzea Grande e secretários de Estado.
 
“A equipe precisa ser enxuta para dar agilidade. A internacionalização, para a operação dos voos, é uma ação estratégica de integração com a América Latina e nós vamos perseguir isso, pois sabemos da importância para o Estado”, afirmou o governador.
 
Segundo o chefe da Equipe Aduaneira da Delegacia da Receita Federal do Brasil em Cuiabá, Roney Augusto Paes de Barros, também é de interesse do órgão a internacionalização, pois é mais receita que entra para o país.
 
Durante a reunião, todos os setores envolvidos demonstraram interesse em solucionar o problema, que atualmente esbarra em questões de espaço físico contidas em normas do Conaero (Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias). “Solucionando isso, em uma semana colocamos a equipe para trabalhar no aeroporto”, afirmou Roney Augusto.
 
O superintendente da Infraero, Laelson do Nascimento, relatou que todas as exigências já foram cumpridas, contudo, pelo aeroporto ter sido elevado de categoria de pequeno para médio porte, pelo volume de passageiros que transitam no local, a Receita Federal passou a exigir que o espaço de desembarque de voos internacionais fosse ampliado, assim como a estrutura administrativa.
 
Todas as demandas serão analisadas pela comissão na busca por encontrar uma solução para a internacionalização do aeroporto.
 
Irão compor a comissão representando o governo, o secretário Chefe de Gabinete Alberto Machado, pela Receita Federal será o auditor fiscal Alexandre Ranghetti Ribeiro e pela Infraero o representante será o superintendente interino do Aeroporto, Laelson do Nascimento.

Recentemente, a assessoria de imprensa da Azul Linhas Aéreas disse que a “companhia continua na dependência dos ajustes do aeroporto de Cuiabá para obtermos a aprovação final”.

As viagens serão operadas pelas aeronaves modelo Embraer 195, com capacidade para até 118 passageiros e acontecerão, no primeiro momento, às quintas e domingos.
 
Santa Cruz de La Sierra é maior e mais populosa cidade da Bolívia, com 1,7 milhão de habitantes, além de ser a mais importante do Departamento de Santa Cruz. Motor econômico do país, Santa Cruz de La Sierra é um polo petroquímico, com foco na produção e exportação de gás natural. A cidade também é conhecida por sua tradição gastronômica.

(olhardireto)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento