Conectado por

Acre

Governo federal libera R$ 5,5 milhões para estudo sobre contenção de cheias no Acre

Publicado por

em

O governo federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional, vai liberar R$ 5,5 milhões para dar início a um projeto de contenção de cheias e estiagem no estado do Acre.

Continua após a publicidade
<

Um convênio entre o ministério e o estado deve beneficiar mais de 450 mil pessoas que vivem nas proximidades da bacia do Rio Acre. O número representa mais da metade da população do estado. A formalização do convênio foi publicada no Diário Oficial da União de terça-feira (17).

Conforme o ministério, com repasse de R$ 5,5 milhões da União e contrapartida de R$ 55 mil do governo do Acre, os recursos devem financiar estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental que busquem soluções para a contenção de grandes cheias e grandes estiagens no estado.

A iniciativa faz parte o Plano Nacional de Segurança Hídrica, apresentado pelo governo federal em abril deste ano.

O estudo deve analisar as alternativas para o abastecimento de água e macrodrenagem, através da construção de bacia de contenção e controle. Ainda segundo o ministério, outro objetivo é acabar com o lançamento de dejetos ao longo do sistema de drenagem da região.

Para o ministro Gustavo Canuto, esse é o primeiro passo concreto para o fim de um problema antigo que afeta milhares de famílias dos municípios de Assis Brasil, Brasiléia, Epitaciolândia, Xapuri, Capixaba, Porto Acre e na capital acreana, Rio Branco.

G1