Conectado por

Mato Grosso

Governo estuda implantar protocolo de atendimento à Covid-19 desde os primeiros sintomas


Compartilhe:

Publicado por

em

Após aconselhar os cidadãos a procurarem as unidades de saúde somente quando já estivessem com sintomas graves do novo coronavírus (Covid-19), o Estado agora estuda implantar um protocolo de atendimento desde os primeiros sinais da doença. Esta seria uma forma de evitar que os doentes já cheguem aos hospitais em estado grave e sejam enviados direto à Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Segundo o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, a pauta foi discutida com o prefeito Emanuel Pinheiro em reunião na manhã desta segunda-feira (15), via videoconferência. “A decisão é de reunir profissionais médicos para definirmos um protocolo básico para antecipar a necessidade de tratamento antes de chegar a uma unidade hospitalar, ou seja, antes da internação, já que há alguma taxa de sucesso em outros estados nessa iniciativa. Porém, ela é de exclusividade do médico de receitar o remédio, ou seja, não é nossa intenção sair fazendo teste bruto e pacotinho de remédio pra distribuir na unidade, mas isso, se for feito, vai ser feito por anuência dos médicos”.

Gilberto explicou que esta nova discussão foi proposta para Cuiabá e Várzea Grande, onde os pacientes estão chegando às unidades de referência em estado muito grave. “Ao longo da pandemia os profissionais da saúde foram aprendendo com ela. É uma infecção que não tem remédio específico pra tratamento e que, logicamente, no início dela a indicação era: só procure uma unidade de saúde quando você já estiver sentindo muito desconforto respiratório”.

Na tarde desta segunda-feira (15) esta proposta será avaliada por um corpo médico, e a intenção é chegar a um consenso a respeito deste novo protocolo, para que seja adotado nas unidades primárias e secundárias de saúde da capital e de Várzea Grande.

OLHARDIRETO