Conectado por
Governo de Rondônia

Mato Grosso

Governador afirma que primeira dose aplicada marca o “início de uma virada de página”

Publicado por

em

“Essa etapa marca o início de uma virada de página”. Foi assim que o governador Mauro Mendes (DEM) avaliou esta segunda-feira (18), em que Mato Grosso recebeu as primeiras 126.160 doses da vacina contra a Covid-19. Durante ato que marcou o início da imunização no Estado, com a vacinação de nove profissionais da saúde que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus, o chefe do Executivo estadual, afirmou que ainda há um longo caminho para vencer a pandemia.


Continua após a publicidade

“Hoje foi um dia especial, considerando o que vivemos ao logo de 2020, com muitas dores e sofrimentos causadas a tantas famílias brasileiras e mato-grossenses. A Ciência trabalhou em ritmo extremamente acelerado em todo o planeta. Acreditamos que hoje marcamos o início de uma recuperação dessa pandemia. Lamentamos, pois ainda teremos longos meses pela frente”, declarou, durante coletiva à imprensa.

De acordo com Mauro, o Ministério da Saúde emitiu convite para entrega simbólica das doses da Coronavac aos estados antes mesmo da decisão da Anvisa que, na tarde deste domingo (17) autorizou a utilização emergencial das vacinas produzidas pelo Butantan e Oxford. Na manhã de hoje, o democrata esteve em Guarulhos (SP), em ato com diversos governadores.

Mauro afirma que a distribuição desse primeiro lote, assim como os próximos, foi feita com critérios populacionais e que a expectativa é de que novas doses cheguem a Mato Grosso ainda no fim de janeiro.

“Nós ainda teremos um longo caminho até conseguirmos a ampla imunização de toda a população mato-grossense, por isso é extremamente importante que todos continuem a praticar as medidas não farmacológicas de prevenção, já que segundo a ciência de todo o mundo, essa é a maneira mais segura de evitar a transmissão e contaminação pelo coronavírus”, afirmou.

Com o total de doses, será possível vacinar 60.074 pessoas (já que são duas doses para a imunização). Além dos indígenas aldeados (28.758), serão vacinados pessoas idosas institucionalizadas com 60 anos ou mais, pessoas com deficiência institucionalizadas, e trabalhadores da saúde que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus.

Logística

O governador ressaltou que as Secretarias de Saúde e Segurança trabalharam em conjunto para elaborar um plano de distribuição das doses aos 141 municípios. O enviou deve começar nesta terça-feira (17), às 14h. A expectativa é que a vacinação nas cidades tenha início simultaneamente em todo o país, na quarta-feira (20), às 10h (horário de Brasília).

“São 126 mil doses, sendo 60 mil destinadas pela política nacional aos povos indígenas e as demais serão distribuídas de acordo com o número de profissionais que estão na atenção básicas e o numero de pessoas que estão albergados em instituições. A partir de amanhã estaremos dando sequencia a distribuição aos 141 municípios. Uma rede foi montada para isso, com aviões veículos, para que cheguem o mais rápido possível”, completou.

Olhar Direto