Conectado por

Acre

Gladson descarta calamidade e diz que Acre receberá mais de R$ 400 milhões além de incentivo para renegociar dívida total de R$ 3 bilhões


Compartilhe:

Publicado por

em

O governador Gladson Cameli informou na noite desta quarta-feira, 20, que oficialmente o “Estado do Acre está descartando a possibilidade de decretar calamidade financeira”. A afirmação do Chefe do Palácio Rio Branco veio após uma longa reunião com o Ministro da Economia, Paulo Guedes, em Brasília. O encontro foi acompanhado por parte da bancada federal.

“Tive a melhor reunião que poderia ter. O Ministro nos afirmou que por termos feito o dever de casa, estará antecipando R$ 150 milhões do Pré-Sal e mais R$ 250 milhões da securitização de créditos, totalizando R$ 400 milhões até dia 30 de dezembro”, citou Cameli.

Cameli destacou que esses recursos serão usados exclusivamente para obras de infraestrutura. “A ordem do governo Bolsonaro é gerar emprego, colocar dinheiro para circular”, enfatizou.

Sobre a renegociação da dívida do Estado, onde o governo tem autorização da Assembleia Legislativa para operar até R$ 1 bilhão, Cameli afirmou que Paulo Guedes garantiu que a operação será concretizada até o final do primeiro trimestre de 2020 sem prejudicar o Acre. “Na verdade, o Ministro nos colocou que os bancos estão preparando propostas ainda mais vantajosas e vamos esperar por elas”, disse.

O governador enfatizou ainda que Guedes deu garantias para que a dívida total do Estado orçada em R$ 3,8 bilhões seja renegociada totalmente e não só R$ 700 milhões como havia sido preciso pelo governo do Estado. “É possível que encaminhemos um novo pedido de autorização para Assembleia para renegociarmos o valor total da dívida”, frisou Cameli, destacando que 2020 promete ser promissor para os acreanos.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *