Conectado por

Nacional

Gilmar Mendes diz que trajetória de Moro no Ministério da Justiça foi medíocre


Compartilhe:

Publicado por

em

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF) fez duras críticas ao ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. O magistrado, que viu como positiva a saída de Moro da Justiça Federal em Curitiba, onde julgou o ex-presidente Lula, disse que como ministro, Sérgio Moro será lembrado apenas por seu rompimento com Bolsonaro, e que sua atuação no Ministério foi medíocre.

Em entrevista à CNN Brasil, Gilmar Mendes fez uma avaliação da trajetória de Sérgio Moro. Mendes contou que quando ouviu do ministro Paulo Guedes que teria sido ele quem havia convencido Moro a integrar o Governo, parabenizou o ministro.

“Não foi uma trajetória muito exitosa […] desde o começo tenho a impressão que foi uma importante colaboração ao Governo Bolsonaro. Paulo Guedes me disse que foi o responsável, eu disse a ele ‘coloque isso no seu currículo, isso é importante, porque contribuiu para o Brasil, tirando Moro de Curitiba”.

O ministro do STF avaliou que Moro fez uma opção errada, após ter atuado de maneira tão enfática nos processos do PT, especialmente do ex-presidente Lula, e depois ter integrado o Governo Bolsonaro, principal adversário do PT. Ele considerou que o maior prejudicado foi o próprio Sérgio Moro.

“Como ministro da Justiça nós não vamos lembrar dele, só como o personagem que brigou com o presidente. Não deixou nenhuma marca no Ministério da Justiça, foi uma trajetória medíocre. A mim parece que, de fato, ele veio para uma Champions League, mas estava qualificado para campeonato do interior”.

OlharDireto