Conectado por

Agronegócios

Frigoríficos de SC são obrigados a seguir regras mais duras de prevenção que as federais

Publicado por

em

As regras estaduais de prevenção das infecções pela covid-19 nos frigoríficos catarinenses vão prevalecer sobre as normas federais, consideradas mais frouxas pelas regionais do Ministério Público do Trabalho e do Ministério Público Federal.

Continua após a publicidade

A principal medida que deverá ser mantida é a distância de 1,5 metro entre os trabalhadores das unidades, contrariando, inclusive, desejo das entidades de classes dos produtores, como a nacional APBA, que gostariam de ver mantidos os atuais 0,85 centímetros.

As indústrias alegam queda na produtividade de 43% com o aumento do distanciamento, em declarações contra igual medida adotada no Paraná.

“Algumas secretarias concluíram que as decisões do governo federal que poderiam alterar a portaria foram insatisfatórias”, disse Fábio de Oliveira, procurador do MPF de Santa Catarina.

Havia a ameaça de a portaria do governo do estado ser revogada para dar lugar à portaria federal, no momento em que a contaminação segue seu curso entre vários frigoríficos, sendo que vários deles já estão com exportações embargadas pela China sob suspeição do vírus nas carnes.

FONTE:https://www.moneytimes.com.br/frigorificos-de-sc-sao-obrigados-seguir-regras-mais-duras-de-prevencao-que-as-federais/