Conectado por

Featured

Frigoríficos de Mato Grosso querem equilíbrio de taxa para venda de carne nos mercados interno e externo


Compartilhe:

Publicado por

em

Os representantes das empresas frigoríficas de Mato Grosso querem a isonomia da taxa do Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal (FEEF) cobrada para a venda de carne dentro e fora do estado.

Atualmente, de acordo com o setor, a alíquota para a comercialização da carne no mercado interno é de 3,5% enquanto que para outros estados é de 2,5%.

“Queremos a equiparação dessa taxa para que o preço da carne no mercado interno não seja maior que em outros Estados”, pontuou o presidente do Sindifrigo Sindicato das Indústrias de Frigorífico de Mato Grosso (Sindifrigo), Luiz Freitas.

A reivindicação foi apresentada ao governo do estado na tarde da quarta-feira (25), em uma reunião com a Secretaria de Fazenda. O setor deverá se reunir na próxima semana para oficializar uma proposta que será apresentada posteriormente ao governo.

A cobrança da taxa está em vigor desde julho e poderá existir por três anos – contando de junho este ano, mas fica sujeito a renovação a cada 12 meses.

O FEEF deverá constituído, principalmente, de recursos oriundos dos recolhimentos de Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias (ICMS).

A expectativa é que R$ 107,2 milhões sejam arrecadados ainda este ano. Já entre janeiro e maio de 2010, a estimativa é que R$ 76,6 milhões entrem em caixa.

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento