Conectado por
Governo de Rondônia

Elza Amorim Carvalho

Forças Opressoras

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Não deis lugar ao diabo, Efésios 04;27

Para termos uma vida equilibrada aqui na terra, precisamos entender como as coisas espirituais acontecem. 
Para isso é necessário que a nossa vida esteja em intimidade com Deus, porque a realidade do mundo espiritual é mais séria do que podemos imaginar.
Para discernir as coisas do espírito é necessário andar em espirito, uma pessoa natural, ela jamais compreenderá sobre o que acontece no outro lado.

Na verdade, o mundo espiritual é mais impactante e chocante do que qualquer um de nós possa assimilar. 
O ser humano,  de fato, é um ser espiritual. 
Mas, no entanto,  quase ninguém entende isso,  pois, se soubessem que, o que rege a vida humana é  Espiritual,  dariam muito mais valor ao que concerne ao seu espírito, do que o que se refere a sua carne.
As coisas da carne são perecíveis,  porquê a próprio carne perece. 
Mas aquilo que é do espírito,  nunca findar-se-a, porque o espírito é eterno.

As obras da carne engoda ao pecado, fortalece ao ego, estimula o apetite desordenado para as coisas furtes. 
Exemplo: luxúria,  prevaricação,  interesses materiais,  àquilo que eleva as vontades própria, que enaltece os libidos da satisfação, do prazer pelas coisas terrenas.
Porém, o espírito se opõe a todas essas coisas. 
Quando  alguém estar  acometido por esses artifícios, essa pessoa fica na escuridão, porque o seu espírito fica sufocado,  aprisionado por correntes do mal, isto o impossibilita de agir, ou seja, ele não consegue contribuir para que essa pessoa tenha forças  para vencer as trevas.

Os frutos do espírito porém,  é tudo àquilo que dignifica a vida humana,  que contribui para o crescimento espirutal, que leva as pessoas  a se aproximarem de Deus.
A excelência do espírito é que ele repudia tudo que afaste o ser humano de Deus. 
Assim então,  as pessoas crescem na graça e no conhecimento da verdade,  tornando-se novas criaturas,  libertas do domínio do pecado. 
Logo, com o pecado debaixo do seu poder, o inimigo não conseguirá destruir essa pessoa,  visto, ela estar na direção correta, dentro da vontade de Deus,

Portanto, há uma guerra que não se acaba dentro das pessoas,  uma intensa  batalha para conquistar, para domínar, e para ter posse do melhor bem que o ser humano possui,  a sua alma. 
Porque, quando só se faz as coisas da carne, dar-se, forças para o poder do mal o dominar. 
Assim como, quando se faz às coisas do espírito,  outorga a Deus o domínio da sua vida.
Neste caso,  quanto mais nos enchermos das coisas que fortalece o espírito,  mais de Deus nós teremos.

Então, quando não se equlibra estes dois elementos da vida, a tendência é um aflorar mais que o outro. 
Por isso, nós precisamos cuidar do nosso corpo e principalmente, do nosso espirito. 
Selecionar para a nossa vida, o que nos der um bom retorno.
Quando o espírito estar saudável, todo o corpo fica liberto, mas se o espírito estar aprisionado,  o corpo arça com as consequências, que não são boas.
Nunca devemos nos preencher daquilo que manche o caráter humano,  que firam os princípios da vida,  que estrague a boa conduta, que nos leve para a contra mão do que realmente é a vida.

O maior problema é quando se submete aos desejos da carne, e se esquece que é um espírito.
Ai sim, as forças opressoras ganham tanta autoridade sobre a vida deste, que a manipula, levando-a, a fazer tudo que deturpa a grandeza da vida.
Essa pessoa torna-se, tão opressa, que, o que é  mal,
ela tem por bem, o inútil, por util, o crítico, por construtivo,  e o que não presta, ela valoriza.
Exatanente por não ser ela quem estar comandando a sua vida,  mas, as entidades do mal que a dominou.

Não podemos nos deixar vencer pelo o mal, mas devemos vencer o mal,  fazendo o bem. 
Portanto,  vede prudentemente como andais, não como néscios,  mas como sábios. Efésios 05:15

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *