Conectado por

Alimentação

Ferro: por que o espinafre é conhecido por deixar as pessoas fortes?


Compartilhe:

Publicado por

em

Você provavelmente conhece ou já ouviu falar no marinheiro Popeye, um personagem fictício clássico dos anos 30, que engolia uma lata de espinafre para se tornar incrivelmente forte. Mesmo sendo um desenho animado, têm lá seu fundinho de verdade.

Talvez por conta do personagem, talvez por lendas urbanas, a verdade é que muita gente associa o espinafre ao ferro. Esse mineral é um nutriente fundamental para o organismo, atuando principalmente na fabricação de células vermelhas do sangue e no transporte do oxigênio para todas as células do corpo. Quando estamos em baixa com ele, rola aquele cansaço generalizado, falta de apetite, palidez na pele e uma impressão de fraqueza. Portanto, é fácil entender a associação com a força de Popeye: é falta de ferro na alimentação!

Não é que o espinafre vá te transformar no Incrível Hulk. Porém, sabemos que ele pode influenciar na disposição física, na aparência da pele e estimular o crescimento de músculos. O que não parece ser bem verdade é que tais folhas sejam a melhor fonte de ferro do mundo. Claro que é ótimo incluir hortaliças e folhas verde-escuras na alimentação, porque contam com ácido fólico, um aliado no combate à anemia de ferro, zinco, vitamina B12 e proteínas.

A confusão acontece porque tanto a anemia ferropriva quanto a de ácido fólico têm sintomas similares – e o senhor Popeye não fez uma boa contribuição na explicação do uso de espinafre. A função do ácido é ajudar na produção e na manutenção de células novas e na síntese do DNA. Isso quer dizer que o desânimo das anemias pode não ser só falta de ferro no corpo, viu?

Xô, baixo-astral!

Incluir alimentos ricos em ferro no cardápio cotidiano é fácil, já que muitos são base da alimentação. Engana-se quem acha que só carne é rica no nutriente. As folhas verde-escuras, como agrião, couve e cheiro-verde, são ótimas opções para o dia a dia, que podem ser acompanhadas de feijão e outras leguminosas (grão-de-bico, lentilha, ervilha e fava). Para deixar o prato ainda mais colorido, inclua a beterraba e o ovo, já que a gema é uma excelente fonte de ferro.

Nos lanchinhos da tarde ou da manhã, inclua castanhas em geral (as famosas oleaginosas), frutas secas e alimentos enriquecidos com ferro.

Se sentir o desânimo bater e perder o apetite, já sabe: procure o médico para conferir se está tudo bem com seu corpo!

Qbemqfaz.com.br

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento