Conectado por

Saúde

Fatores e hábitos que podem provocar a pressão alta


Compartilhe:

Publicado por

em

A hipertensão arterial, mais conhecida como “pressão alta”, pode ser encarada como uma doença ou como um fator de risco para o desenvolvimento de doenças do coração, pois, na grande maioria das vezes, é assintomática ou os sintomas são gerais, como dores de cabeça, tonturas e mal-estar.

A hipertensão arterial é a elevação da pressão arterial para números acima dos valores considerados normais (140×90 mmHg). Esta elevação anormal pode causar lesões em diferentes órgãos do corpo humano, tais como cérebro, coração, rins e olhos. Outro tipo de hipertensão menos comum é chamado de hipertensão arterial secundária e poderá ser controlada através de tratamento médico específico.

No tratamento preventivo contra a hipertensão, alguns fatores que possuem correlação direta com esta patologia devem ser observados e analisados cuidadosamente.

Fatores e hábitos

História familiar

Pessoas que têm familiares com pressão arterial elevada têm maior chance de serem hipertensas. Se for o seu caso comunique ao médico.

Idade

Pressão alta ocorre na maioria dos casos em pessoas acima de 35 anos. O risco aumenta com a idade.

Raça

A pressão alta é mais comum em pessoas de raça negra do que nas de raça branca.

Sal

A ingestão excessiva de sal predispõe ao aumento da pressão arterial.

Obesidade

Pessoas com excesso de peso têm maior probabilidade de desenvolver a hipertensão. Procure saber qual é seu peso normal em relação a sua idade, altura e sexo e, se você estiver acima deste peso, consulte seu médico sobre um programa de exercícios e dieta adequada para um ajuste de sua composição corporal.

Diabetes

Pessoas com diabetes muitas vezes também sofrem de hipertensão. Esta combinação aumenta o risco de doenças cardíacas e renais.

Abuso de álcool

Estudos demonstraram que o abuso de álcool pode estar associado à hipertensão. O significado de “abuso” pode diferenciar de pessoa para pessoa, dependendo do peso, hábitos alimentares e hereditariedade. De qualquer maneira recomenda-se moderação.

Vida sedentária

Um estilo de vida sem exercícios regulares aumenta a probabilidade de excesso de peso, significando um fator de risco para o desenvolvimento da hipertensão.

Cigarro

O hábito de fumar é um fator de contribuição para elevar a pressão arterial.

Como o exercício físico ajuda no controle da pressão alta?

O exercício físico ajuda a baixar a pressão. Muitas vezes, quem tem pressão alta e começa a fazer exercícios pode diminuir a dose dos medicamentos, ou mesmo ter a pressão arterial controlada sem o uso de remédios.

O exercício físico adequado não apresenta efeitos colaterais e traz vários benefícios para a saúde, tais como ajudar a controlar o peso e a pressão arterial, diminuir as taxas de gordura e açúcar no sangue, elevar o -bom colesterol-, diminuir a tensão emocional e aumentar a autoestima. Para realizar exercícios físicos adequadamente, siga as seguintes dicas.

Dicas para realizar atividades físicas

  • Não obrigue o corpo a grandes e insuportáveis esforços. Quem não está acostumado a fazer exercícios e resolve -ficar em forma- de uma hora para outra prejudica a saúde. Vá com calma.
  • Pergunte ao médico se sua pressão está controlada e se você pode começar a se exercitar.
  • Faça um teste ergométrico (caminhar na esteira ou pedalar bicicleta, medindo a pressão arterial e a frequência cardíaca). O médico ou um professor de educação física pode orientar sobre a melhor forma de fazer exercício.
  • Os exercícios dinâmicos, como andar, pedalar, nadar e dançar, são os mais indicados para quem tem pressão alta. Devem ser feitos de forma constante, sob supervisão periódica e com aumento gradual das atividades.
  • A intensidade dos exercícios deve ser de leve a moderada, pelo menos 30 minutos por dia, três vezes por semana. Se puder, caminhe diariamente. Se não puder cumprir todo o tempo do exercício em um só turno, faça-o em dois períodos.
  • Os exercícios estáticos, como levantamento de peso ou musculação, devem ser evitados, porque provocam aumento muito grande e repentino da pressão.
  • Ao realizar exercícios, contente-se com um progresso físico lento, sem precipitações e com acompanhamento médico. Procure realizá-los com prazer.
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento