Conectado por
Governo de Rondônia

AL/MT

FALTA DE QUÓRUM:Botelho vai cortar Verba Indenizatória de deputados que faltarem nas próximas sessões

Publicado por

em


Continua após a publicidade

A ausência de deputados durante as sessões ordinárias na Assembleia Legislativa de Mato Grosso é recorrente e vem atrasando a votação de projetos importantes, por falta de quórum. Em resposta a isso, o presidente da Casa, deputado Eduardo Botelho (DEM), afirmou que cortar o valor total da Verba Indenizatória dos parlamentares no próximo mês, caso faltem às próximas sessões.

Botelho disse que vai convocar todos os deputados para uma conversa ainda esta semana e marcar um “mutirão” para votar os projetos que estão atrasados no legislativo. Caso eles insistam em faltar às sessões, a V.I. será cortada em 100% no próximo mês. Cada deputado tem direito a R$ 65 mil mensais da verba.

“A ausência dos deputados atrapalha a votação, especialmente quando é projeto de lei complementar, que precisa de 14 votos. Complicado. Vou fazer uma conversa com os deputados hoje e semana que vem vou convocar todos para um mutirão. Vou cortar a verba indenizatória do mês inteiro de todo mundo que não vier nesse mutirão”, avisou.

Um dos projetos que está com votação atrasada é o Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2020, do qual o Governo do Estado depende para trabalhar o orçamento do ano que vem. São mais de cem emendas a serem analisadas e votadas em plenário.

“As emendas foram todas analisadas e o projeto está pronto para passar por primeira votação. O prazo já se extinguiu, mas houve uma dilação de prazo e acho que em até duas semanas conseguimos votar a LDO”, afirmou Botelho.