Conectado por

Política

Fagundes lembra que Selma é contra emendas, mas indicou enquanto senadora


Compartilhe:

Publicado por

em

O senador Wellington Fagundes (PL) rebateu a fala da senadora Selma Arruda (Podemos) de que as emendas indicadas pelo Legislativo, servem como instrumento de rachadinha e para comprar votos em ano eleitoral.

Em entrevista ao Jornal do Meio Dia, o senador lembrou que como todos os membros do Legislativo, também a senadora, mesmo cassada pelo Tribunal Superior Eleitoral, indicou suas emendas parlamentares que devem ser executadas pela União.

O Executivo vetou um disposivo do orçamento que prevê um montante de R$ 30 bilhões para realização de obras e ações indicadas por deputados e senadores. O veto já tramita no Congresso Nacional com risco de ser derrubado. Para que isso não aconteça, a União está negociando com os congressistas para reverter o caso.

“Ela fez as suas emendas, como todos os outros. Isso é preocupante. Porque ela participou do orçamento, ela também executou as emendas. Eu não fiz emendas para corrupção. Eu fiz emendas para fazer obras de escolas, estradas e creches”, disse em entrevista na TV Vila Real

O senador disse que a postura de Selma de primeiro indicar emendas, depois de atacar emendas é preocupante.

Na fala que fez sobre o assunto, a senadora cassada ainda defendeu o chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, que afirmou que o Congresso estava chantageando o Executivo. “Não podemos aceitar esses caras chantageando a gente. Foda-se”, disse ao sugerir ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) comunicar a população de que estaria sendo chantageado pelo Congresso.

Wellington criticou a fala do general Augusto Heleno e lembrou que ele será convocado ao Congresso Nacional para se justificar e dizer o que pensa sobre o assunto.

Na entrevista o senador ainda dá um panorama de como estão as negociações do Congresso e do governo para votação da reforma tributária, uma das priodades do Legislativo para o ano de 2020.

Fonte:https://obomdanoticia.com.br/politica/fagundes-lembra-que-selma-e-contra-emendas-mas-indicou-enquanto-senadora/44133