Conectado por

Acre

Expoacre 2019 apresentará ações transversais de produção, preservação ambiental e tecnologia


Compartilhe:

Publicado por

em

Evento será aberto oficialmente as 7 horas de sábado, 27 com presença de governadores de Rondônia, Mato Grosso, Roraima e Amazonas. A feira apresenta leilões de bovinos e equinos, novos insumos, equipamentos e maquinários, além de novas tecnologias para o setor.

O ritmo acelerado de máquinas e homens trabalhando no parque de exposições Wildy Viana, em Rio Branco, não deixa dúvidas, os organizadores estão em contagem regressiva para a abertura oficial do maior evento agropecuário do Estado: a Expoacre 2019.

Ao lado do galpão institucional, pela primeira vez, mastros de bandeiras estão erguidos para uma solenidade que promete suntuosidade com a presença dos governadores: coronel Marcos José (RO), Wilson Miranda (AM), Antonio Garcia (RR) e Mauro Mendes (MT), que serão homenageados ainda na primeira noite de Expoacre, com a outorga de insígnias da Ordem da Estrela do Acre.

Antes da homenagem com a maior insígnia do Acre, os governadores, recepcionados por Gladson Cameli, tiram o terno e gravata para participarem da cavalgada, que tem largada prevista para as 9 horas de sábado, 27, da Gameleira.

No espaço histórico da beira do rio Acre, além de cowboys e cowgirls, misturam-se as famosas comitivas, quadriciclo, carroças e outros adereços que voltam a fazer parte da abertura do evento este ano.

O governador Gladson Cameli ainda não confirmou se abre alas da cavalgada montado, o gabinete militar está preparado para a rotineira quebra de protocolo. Cameli deve circular entre as comitivas e andar de quadriciclo.

Longe da avenida Chico Mendes – o percurso da cavalgada acaba no Arena da Floresta – algumas atividades já estarão em andamento. Na área conhecida como “Caminhos do Agronegócio” a abertura será com um curso de tratorista, promovida pela Secretaria de Produção e Agronegócio a partir das 8 horas de sábado. Às 19 horas está prevista a abertura do Espaço Agroflorestal, que reúne exposições das secretarias de meio ambiente (SEMA), o Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac) o Sindicato das Indústrias de Madeireiras e as Associações de Manejo.

No domingo, acontece o primeiro evento no galpão institucional, auditório Rio Acre, promovido pela Secretaria de Industria, Ciência e Tecnologia (SEICT), com uma palestra para o setor de cooperativas.

Ao lado do auditório ficam os gabinetes do governador Gladson Cameli e do governador de Rondônia, e ainda, os maiores parceiros do evento e os setores de comunicação e Casa Civil. A estrutura considerada o “coração institucional” da Feira, funcionará durante o dia, onde o governador do Acre promete despachar normalmente.

A prova de tambor marca a abertura do evento com provas de animais na quarta-feira (31) A prova eliminatória da Vaquejada acontece a partir das 16 horas no Parque de Vaquejada Gil Betão. No sábado tem rodeio eliminatório, disputa que se estende até o domingo. No Tatercal acontecem os leilões de elite da raça Nelore + cruzamento, tipo comercial.

No espaço para shows, no segundo dia de evento (domingo), a Arena recebe a dupla precursora do sertanejo universitário, Jorge e Mateus. A maior atração, Marília Mendonça, canta no mesmo espaço na quarta-feira (31). Camarotes estão esgotados para os dois eventos.

A educação leva para a Expoacre 2019 o Museu Tecnológico, jogos de matemática, robótica (tecnologia) e xadrez. Ainda na área educacional, o Detran, no estande de entrada do parque, apresenta educação no trânsito para crianças.

Para quem gosta de saborear a culinária acreana, existem diversos espaços de restaurantes e bares, com destaque para a Economia Solidária e pequenos negócios.

Os organizadores esperam mais de 60 mil pessoas durante as 9 noites de eventos. Segundo a presidente da comissão organizadora, secretária Eliane Sinhasique, mais de R$ 50 milhões serão movimentados na Feira.