Conectado por

Mato Grosso

Exército envia mais 50 militares para o combate a incêndios florestais na Serra do Cachimbo

Publicado por

em

O Exército Brasileiro enviou na tarde desta sexta-feira (6) mais 50 militares para o combate a incêndios florestais na região da Serra do Cachimbo, que fica na divisa entre os estados do Pará e Mato Grosso. Os agentes partiram da Base Aérea de Belém por volta das 14h30. Segundo o Exército, os militares foram deslocados do 2° Batalhão de Infantaria de Selva, que também fica na capital paraense.

De acordo com o Exército, esses agentes compõe a segunda metade da tropa que partiu de Belém com destino a região. Na última quinta-feira (5), outros 50 agentes foram deslocados para o local. Os militares devem compor a equipe de brigadistas que trabalha no combate a focos de incêndios na floresta.

Militares devem compor a equipe de brigadistas que trabalham no combate a focos de incêndios na floresta — Foto: Ascom/ Exército Brasileiro

Militares devem compor a equipe de brigadistas que trabalham no combate a focos de incêndios na floresta — Foto: Ascom/ Exército Brasileiro

A ação no estado faz parte da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) assinada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), na sexta-feira (23), com objetivo de controlar as queimadas na Amazônia.

Cerca de 4 mil pessoas pessoas estão trabalhando no combate às queimadas em todo o Pará, segundo as Forças Armadas. De acordo com o Exército, eles vão atuar em áreas de preservação atingidas pelo fogo.

A Polícia Civil do Pará também mandou duas equipes investigarem a denúncia de que produtores rurais teriam se organizado para promover queimadas há duas semanas, em um evento batizado de Dia do Fogo. A Polícia Federal também apura o caso.