Conectado por

Mato Grosso

Ex-secretário de Silval tem 10 dias para comparecer ao Fórum e colocar tornozeleira eletrônica em MT


Compartilhe:

Publicado por

em

O ex-secretário de Planejamento de Mato Grosso (Seplan-MT), Arnaldo Alves, tem 10 dias para se apresentar na 7ª Vara Criminal de Cuiabá para instalação de tornozeleira eletrônica. A decisão foi publicada no Diário da Justiça que circula nesta segunda-feira (15), sob determinação do juiz Jorge Luiz Tadeu Rodrigues. O G1entrou em contato com a defesa do ex-secretário, que afirmou que vai se pronunciar posteriormente.

Arnaldo vem se esquivando de colocar a tornozeleira desde fevereiro de 2017, quando conseguiu revogar a prisão preventiva em consequência da 4ª fase da Operação Sodoma, que apura esquema de desvio de R$ 15 milhões na desapropriação do bairro Jardim Liberdade, em 2014.

“Impulsiono estes autos com a finalidade de intimar o acusado Arnaldo Alves de Souza Neto para que compareça perante este Juízo, no prazo de 10 (dez) dias, oportunidade em que passará pela audiência admonitória, bem como, será inserido no sistema de monitoramento eletrônico”, determinou o magistrado.

O processo já teve toda sua fase de instrução concluída, com a maioria dos réus, como o ex-governador Silval Barbosa, confessando suas participações na organização criminosa.

Ficou comprovado na investigação que, além de Silval Barbosa, participaram da fraude Pedro Jamil Nadaf (ex-secretario chefe da Casa Civil), Francisco Gomes de Andrade Lima Filho (procurador de Estado aposentado), Marcel de Cursi (ex-secretario de Fazenda), Arnaldo Alves De Souza Neto (ex-secretario de planejamento), Afonso Dalberto (ex-presidente do Intermat), além do proprietário do imóvel Antonio Rodrigues Carvalho, seu advogado Levi Machado, o operador financeiro do grupo criminoso, Filinto Muller, e os empresários Valdir Piran e Valdir Piran Junior, pai e filho.

De todo o valor pago pelo Estado pela desapropriação, metade, ou seja, R$ 15.857.000,00 retornaram via empresa SF Assessoria e Organização de Eventos, de Propriedade de Filinto Muller em prol do grupo criminoso.

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento