Conectado por

Agronegócios

Etanol: hidratado fecha em baixa após 11 semanas seguidas de alta


Compartilhe:

Publicado por

em

Os etanóis anidro e hidratado encerraram a semana de 8 a 12 de março em baixa pelo Indicador Cepea/Esalq, da USP. O hidratado, usado nos carros flex ou originalmente a álcool, recuou após 11 semanas seguidas de valorização. O litro do biocombustível foi negociado na última semana em R$ 2,9059, pequena variação negativa de 0,04%, comparado a semana anterior, quando o mesmo litro foi negociado em R$ 2,9071.

já o anidro, usado na mistura com a gasolina, foi negociado em R$ 3,1229 o litro, contra R$ 3,1366 o litro da semana de 1 a 5 de março, desvalorização de 0,44% no comparativo entre os dois períodos.

Em seu artigo semanal, o economista e diretor da Archer Consulting, Arnaldo Luiz Corrêa, destacou “o real desvalorizado ao longo do ano de 2020 abriu uma janela de oportunidades para o etanol, cuja exportação acumula 2.75 bilhões de litros nos últimos doze meses, um acréscimo de 42.4% em relação ao mesmo período do ano anterior. No entanto, o preço médio no período, em dólares por metro cúbico, foi quase 15% abaixo do ano anterior”.

Indicador Diário

Pelo Indicador Diário Paulínia o etanol hidratado fechou com leve baixa na última sexta-feira (12), negociado em R$ 2.982,00 o metro cúbico, 1 real a menos que a véspera, ou 0,03% de desvalorização. Esta foi a segunda baixa consecutiva do indicador.

 

Agrolink