Conectado por

Agronegócios

Estudo da Vetoquinol e IFC mostra a eficácia de Tolfedine CS, primeiro anti-inflamatório não esteroidal à base de ácido tolfenâmico para SDP em suínos


Compartilhe:

Publicado por

em

A síndrome da Disgalaxia Pós-Parto (SDP) é um distúrbio comum e importante que afeta as fêmeas suínas, principalmente em sistemas de produção intensivos. A SDP é caracterizada por hipogalaxia no puerpério (supressão da lactação). “Os principais sintomas incluem febre, redução do apetite, mastite e sinais de fome nos leitões. Na maioria dos casos, a hipogalaxia não é claramente identificada, assumindo um aspecto subclínico”, explica André Buzato, gerente técnico de suínos da Vetoquinol Saúde Animal.

A SDP em matrizes suínas é definida como uma patologia caracterizada pela inadequada e insuficiente produção de leite e colostro durante os primeiros dias pós-parto. “Este processo causa aumento da mortalidade pré-desmame e diminuição no desenvolvimento dos leitões durante a lactação. Na prática, a síndrome é uma das principais causas de problemas neonatais em criações intensivas de suínos, com incidência que pode variar consideravelmente entre 1 a 60%, com média de 15% das fêmeas”, explica Buzato.

O especialista da Vetoquinol explica que os sinais não são prontamente detectáveis, porque a doença se apresenta de forma subclínica, porém, devem ser percebidos com o aumento das diarreias neonatais, diminuição do crescimento e aumento do número de leitões esmagados. “A integridade do complexo mamário e adequada produção de leite têm assumido importância cada vez maior para a correta criação e o esperado desenvolvimento dos leitões até o desmame”, pontua.

Estudo recente da Vetoquinol Saúde Animal em parceria com Instituto Federal Catarinense (IFC – Pós-graduação em Sanidade e Produção Animal) avaliou o efeito positivo do ácido tolfenâmico 4% (Tolfedine CS), anti-inflamatório não esteroide (AINEs), em várias espécies animais, como suínos, gatos, cães e bovinos. “Esse ácido é conhecido por suas propriedades analgésicas, antipiréticas e anti-inflamatórias. O objetivo do estudo foi avaliar o efeito de Tolfedine CS como tratamento profilático da síndrome da disgalaxia pós-parto sobre o desempenho zootécnico das leitegadas oriundas de leitoas”, diz André Buzato.

O grupo que recebeu injeção intramuscular única (1 ml / 20 kg do ácido tolfenâmico 4%/Tolfedine CS), administrado de forma profilática após o parto, teve reduzida mortalidade dos leitões durante a fase de amamentação e aumento do ganho de peso em leitegadas não afetadas por diarreia. “A redução da dor e do desconforto nos primeiros dias de lactação contribuiu para melhor desempenho das leitegadas”.

“Tolfedine CS pode ser perfeitamente recomendado para o controle da SDP. Trata-se do primeiro anti-inflamatório não esteroidal à base de ácido tolfenâmico, princípio ativo exclusivo da Vetoquinol Saúde Animal no Brasil, que atua como adjuvante no tratamento da Síndrome M.M.A. O produto tem tripla ação (analgésica, anti-inflamatória e antipirética) e oferece excelentes resultados contra a Síndrome da MMA/SDP em uma única dose de ação rápida e prolongada”, destaca André Buzato.

Assessoria