Conectado por

Economia

Estudo aponta queda no preço do pescado no mês de julho nos mercados de Belém


Compartilhe:

Publicado por

em

O pescado comercializado em Belém durante o mês de julho ficou mais barato em relação ao mês anterior, segundo levantamento realizado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos no Pará (Dieese/PA). De acordo com um estudo divulgado na última sexta-feira (16), 17 das 29 espécies analisadas registraram baixa preço.

De acordo com a pesquisa, as quedas mais acentuadas foram nas seguintes espécies: filhote com recuo de 8,54%, seguido da pirapema com queda de 8,50% e Pacu com queda de 7,55%.

Apesar do recuo dos preços no último mês, o estudo aponta um reajuste no valor de algumas espécies, em comparativo com o mesmo período do ano passado. De acordo com o Dieese, algumas altas estão bem superiores a inflação acumulada dos últimos 12 meses, que alcançou 4%. Durante esse período, os maiores reajustes foram verificados nos seguintes tipos de pescados: Cação com alta de 44,88%, seguido do Tucunaré com alta de 27,37% e Sarda com alta de 18,99%.