Conectado por

Polícia

“Era tudo flores e acabou nisso”, diz mineira que foi espancada


Compartilhe:

Publicado por

em

‘Era tudo flores e acabou nisso’, disse Jane Cherubim, de 36 anos, que está internada na Casa de Caridade em Carangola. Ela foi espancada e abandonada em uma estrada na região do Caparaó capixaba. O suspeito do crime é o namorado, Jonas Amaral, que está foragido.

Nesta sexta-feira ela gravou um vídeo para a TV Integração, que foi exibido pelo Jornal Hoje, onde desabafou sobre o crime que sofreu. O irmão dela, disse à reportagem que a cada dia que passa ela evolui mais. Contudo, segundo Salvador Cherubim, a vítima de tentativa de feminicídio segue internada sem previsão de alta.

“Ela não tem condição de falar sobre o que ocorreu, falar em público. [Está] ainda muito abalada psicologicamente e entrar neste assunto ainda é complicado. A gente vem trabalhando com cuidado. Com a gente ela fala com um pouco de dificuldade, mas esclarece o caso”, contou Salvador Cherubim ao MG1.
Entenda o caso

Jane foi encontrada na madrugada de segunda-feira (4) pelos irmãos espancada e abandonada em uma estrada em Dores do Rio Preto, no Sul do Espírito Santo. O suspeito das agressões é o namorado dela, Jonas Amaral. Os dois trabalhavam em uma choperia aos fins de semana na cidade.

De acordo com familiares, Jane relatou que Jonas iniciou o espancamento dentro do carro e a jogou para fora do veiculo. Ela pediu que ele parasse, com medo de que fosse morta, mas Amaral não atendeu ao pedido.

Imagens do circuito de segurança do estabelecimento onde os dois trabalhavam mostra o carro de Jonas deixando o local na madrugada de segunda.

Jonas enviou uma mensagem de áudio para a mãe de Jane em tom de desabafo. “Eu tava lá no bar trabalhando, pedi para ela ir no bar perto de mim e ela não quis, pra fazer desfeita da minha pessoa, dona Maria. Ela tá aqui agora fingindo que é não sei o quê, tá desmaiada no asfalto aí. Eu cansei, dona Maria. Eu fiz de tudo pra vocês, cansei dessa vida hipócrita minha. Cansei mesmo, de coração”.

Os irmãos ficaram preocupados e tentaram entrar em contato com a vítima, mas ela não atendia às ligações. “Ela tava muito machucada, seminua, sem as peças íntimas, unha quebrada, machucada da cabeça aos pés”, contou o irmão de Jane, Salvador Cherubim.

O casal estava junto há um ano e meio. Em depoimento à polícia, o irmão de Jane disse que ela nunca se queixou do namorado, mas que ele tinha muito ciúmes.

“Não temos mais dúvidas de autoria, lógico que tem alguns detalhes, nuances para serem resolvidos, investigados. Contamos com apoio da população que se tiver alguma novidade, contate através do 181 e 147, Polícia Militar e qualquer informação que possa ajudar na captura do acusado”, disse o delegado da cidade de Alegre, Ricarte Teixeira.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *