Conectado por
Governo de Rondônia

Uncategorized

Entrega do primeiro lote de vacinas contra a Covid-19 em Vilhena vai imunizar municípios do Cone Sul do Estado

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Esperança, palavra que pode ser convertida em formato de vacina para os rondonienses no enfrentamento da Covid-19. É com essa expectativa que o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) iniciou a distribuição da primeira remessa de vacina em diversos municípios. Na manhã desta quarta-feira (20) foi a vez de Vilhena receber as 3.120 doses dos imunizantes, distribuídas em 78 caixas.

As vacinas entregues na regional de saúde de Vilhena também irão abastecer os municípios de Cabixi, Cerejeiras, Colorado do Oeste, Chupinguaia, Corumbiara e Pimenteiras do Oeste, região do Cone Sul do Estado.

A entrega dos imunizantes ocorreu no Aeroporto Municipal Brigadeiro Camarão e contou com a presença do governador do Estado, coronel Marcos Rocha, juntamente com o secretário da Sesau, Fernando Máximo, além de autoridades municipais e estaduais.

O brilho no olhar de quem viu o avião do Corpo de Bombeiros Militar pousar no aeroporto, trazendo as vacinas contidas em caixas de conservação, descrevia a plena certeza de que ali era o começo do fim de um tempo tão avassalador, marcado por profunda tristeza e perdas não somente em Rondônia, mas em todo o mundo.

De acordo com o governador, o maior propósito por parte do Governo do Estado é concluir, o mais breve possível, a entrega do primeiro lote da vacina nos polos regionais, desde a sua chegada na Capital, na manhã da última terça-feira (19). E essa celeridade já resultou em 85% dos imunizantes entregues nos pontos básicos nos municípios.

“Quero agradecer a Deus por esse momento em que estamos vivenciando, ao nosso presidente da República, Jair Bolsonaro, também ao nosso ministro da Saúde, Eduardo Pazuello que permitiram que as vacinas estivessem sendo entregues em nosso Estado. Rondônia representa a esperança para muitas pessoas, pois tem um dos melhores locais para armazenamento dessas vacinas, as redes de frio. Nós sonhamos poder andar nas ruas novamente, sem máscaras, poder tocar nas mãos e abraçar nossos amigos”, declarou.

Técnica em enfermagem, Rosângela dos Santos acredita que os pacientes irão agradecer muito por Rondônia ter conseguido essa grande vitória

O governador observou ainda a importância da união de forças, em todas as esferas, em prol de um bem maior: a vida. “Precisamos estar unidos para poder proteger nossa população. O Estado, com toda dificuldade, vem avançando, a exemplo da aquisição do hospital de campanha de alvenaria e não de lona, no valor de R$ 12 milhões, que tem inclusive usina de oxigênio. Ou seja, não faltam oxigênios no Estado para atender nossos pacientes com Covid-19, mas temos uma situação, precisamos de médicos para ajudar a atender, a fim de evitarmos acontecer em Rondônia, o que tem ocorrido nos estados vizinhos. Precisamos ter todo controle para salvar vidas e salvar os nossos negócios também. É desafiador, mas não impossível”, enfatizou.

Nessa primeira etapa da distribuição das vacinas, serão imunizados os profissionais da saúde, que atuam na linha de frente no combate à doença e a população indígena.

No ato da entrega, outro momento marcante foi a aplicação da primeira dose da vacina, na técnica em enfermagem, Rosângela dos Santos, de 52 anos de idade. Ela conta que, em 15 anos atuando na área, nunca imaginava vivenciar tempos difíceis como esses. Para ela, a chegada da vacina representa um alívio. “É um momento histórico para todos nós, com uma nova chance para uma melhor saúde, pois vi de perto o desespero das pessoas, vendo os pacientes indo para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva), longe da família. Acredito que nossos pacientes irão agradecer muito por conseguirmos essa grande vitória”, disse, emocionada.

O indígena Paulo Eduardo Maimandê, de 57 anos, representante da comunidade indígena Maimandê, localizada na divisa de Rondônia e Mato Grosso, afirmou que, apesar da ansiedade, o coração se encheu de esperança e alegria em saber que a imunização também alcançará o seu povo. “Agradeço muito a todos que trouxeram essa vacina e meu desejo é que todos do meu povo, com cerca de 280 pessoas, sejam vacinados”, declarou.

As vacinas CoronaVac foram fabricadas pelo laboratório chinês “Sinovac”, em parceria com Instituto Butantan, e depois de entregues, foram escoltadas pela Polícia Militar de Rondônia, em conjunto com a Polícia Federal, que desenvolveram todo o suporte logístico para que as caixas com as doses chegassem em segurança.

Vilhena também faz parte da Regional de Saúde do Estado, que ao todo compreende seis unidades, incluindo: Porto Velho, Ariquemes, Ji-Paraná, Cacoal e Rolim de Moura.

AUMENTO DO NÚMERO DE IMUNIZANTES

Conforme informado pelo secretário da pasta da Saúde, Fernando Máximo, a priori, a quantidade de doses a serem enviadas para Rondônia seria de 33 mil unidades. Porém, para a alegria do povo rondoniense, o governador do Estado, em diálogo com o presidente da República, garantiu mais uma grande vitória para Rondônia, aumentando para 49 mil doses de vacina, o que representa 50% a mais de imunizantes.

Fernando Máximo ainda acrescentou que a aplicação da vacina está garantida com a aquisição antecipada de seringas no ano de 2020. “Além do bom relacionamento da proximidade junto ao presidente, o Estado também conta com o número expressivo de seringas, totalizando em 1,2 milhão unidades, que já estão sendo distribuídas aos municípios. Portanto, não vão faltar seringas em Rondônia”, destacou Máximo.

Ainda nesta quarta-feira, o governador do Estado de Rondônia e sua comitiva seguiram para Ariquemes e Rolim de Moura para concluir a entrega do primeiro lote das vacinas.

O processo de imunização acontecerá em duas etapas, com aplicação de duas doses, em um intervalo de 14 dias. Para tanto, o Governo do Estado reforça a importância da continuidade de adoção das medidas preventivas: manter as mãos higienizadas; utilizar álcool em gel; se puder, ficar em casa e continuar respeitando o distanciamento social.


Leia Mais

Todas as Notícias


Fonte
Texto: Jaqueline Malta
Fotos: Daiane Mendonça
Secom – Governo de Rondônia