Conectado por

Featured

Energia elétrica vai ficar em média 11% mais cara este mês para os matogrossenses


Compartilhe:

Publicado por

em

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou na terça-feira (2), reajuste tarifário para os consumidores da Energisa Mato Grosso, que passa a vigorar a partir do próximo dia 8. Para consumidores residenciais o aumento será de 10,12%.

Os clientes que utilizam energia de baixa tensão vão pagar 11,21% a mais, os que utilizam alta tensão 11,49%. O efeito médio para o consumidor é de 11,29%. A distribuidora fornece energia para 1,4 milhão de unidades consumidoras em Mato Grosso.

Ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, a Agência considera a variação de custos associados à prestação do serviço. O cálculo leva em conta a aquisição e a transmissão de energia elétrica, bem como os encargos setoriais.

O reajuste em Mato Grosso foi impactado pelo aumento dos custos de aquisição de energia, como por exemplo, da Usina Hidrelétrica de Itaipu que é precificada em dólar. A bandeira tarifária contribuiu para reduzir em 5,52% o índice final do reajuste em Mato Grosso.

A informação é da ANEEL.