Conectado por

Mato Grosso

Empresa de inteligência digital de MT recebe certificação internacional


Compartilhe:

Publicado por

em

Log, Lab atingiu a certificação nível 3 em maturidade de software, que significa que um alto padrão no desenvolvimento de softwares em nível internacional

Uma das principais certificações mundiais de gestão e desenvolvimento de softwares esperados na área de Tecnologia, Capability Maturity Model Integration (CMMI), ou Modelo Integrado de Maturidade em Capacitação em português, foi concedida a Log, Lab Inteligência Artificial. Com 17 anos de existência, é a primeira empresa do estado a obter esta certificação.

Conforme explicou o gestor do grupo de processos da empresa, Adriano Antônio da Silva, a Log, Lab conquistou a certificação em nível 3. Isto significa que os atuais padrões de desenvolvimento de tecnologias têm reconhecimento mundial que facilitam o processo de criação.

A qualidade exigida pelo CMMI é tão rigorosa que, em termos de maturidade em desenvolvimento de software, a empresa se equipara a multinacionais como a HP e IBM. No Brasil, existem menos de 50 empreendimentos certificados com o CMMI, sendo que quase todos estão no nível 2, como é o caso da Embraer e Serasa. A Log, Lab passa a ser a primeira empresa certificada no Centro-Oeste, exceto Brasília.

“Desde novembro de 2019 nós fizemos um trabalho de mapeamento dos processos e identificamos a necessidade de melhorar os processos e buscar mais profissionalização em cada projeto. A certificação internacional avaliou todos os pontos desde a criação, a estruturação, o desenvolvimento e o acompanhamento das atividades. Agora concorremos com igualdade com as maiores empresas do mundo”, explicou.

O modelo de CMMI foi desenvolvido em 2000 pelo Software Engineering Institute, departamento de pesquisa da Universidade Carnegie Mellon, instituição de ensino renomada dos Estados Unidos. A atividade contínua visa aplicar treinamentos, avaliações e emitir certificações profissionais com o intuito de padronizar os serviços e assegurar qualidade.

“Existe uma biblioteca de ativos onde estão previstos todos os artefatos, os guias, os ciclos de vida do processo de criação do software, além do plano organizacional e estratégico da empresa. Nós temos que trabalhar isso olhando para o que a Log Lab precisa, levando em consideração sua missão, visão, valores e objetivos”, disse o gestor.

Ao todo, existem cinco níveis de maturidade da certificação CMMI. Primeiro é o inicial, segundo é o gerenciado, terceiro é o definido, quarto é o gerenciado quantitativamente e o cinco é o de otimização. Com trabalho contínuo, a empresa espera atingir o patamar mais alto, em que existe um ambiente mais previsível e adequado para implantar inovações.

Os softwares de gestão educacional e de gestão de saúde, hoje amplamente utilizados pela rede municipal, estão sendo aperfeiçoados dentro dos valores e princípios previstos na certificação internacional (CMMI-III).

“O objetivo é também melhorar a qualidade do trabalho de nossos colaboradores por meio de qualificação profissional. Dentro desse processo é previsto um plano de treinamentos. Não é só olhar para o processo em si, mas para um trabalho como um todo”, finalizou.

Assessoria