Conectado por

Religião

Embaixadores de Cristo


Compartilhe:

Publicado por

em

Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo. Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós. (João 17:18; 20:21).

O envio de embaixadores ou a designação de delegados ou porta-vozes entre diferentes países ou campos, é uma prática muito antiga. No primeiro século, o apóstolo Paulo usou essa imagem para explicar para os crentes de Corinto sua nova posição como crentes.

“Somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse”, Paulo escreveu (2 Coríntios 5:20).

Um embaixador não age por iniciativa própria, pois representa o país que o enviou e vela por seus interesses; ao mesmo tempo, segue sendo um estrangeiro no país onde vive. Assim ocorre com o crente no mundo; sua vocação é ser cidadão do céu (Filipenses 3:20), portanto, é estrangeiro na terra.

Estejamos conscientes disso ou não, como crentes que somos devemos representar a Cristo. Muitos incrédulos são indiferentes acerca da Bíblia, mas não perdem nenhuma ocasião para observar nossa vida e comportamento. A que conclusão chegam? Minha vida reflete um pouco da humildade, da doçura e da retidão que caracterizavam a Cristo quando estava na terra? Contemplemos ao Senhor Jesus Cristo: Ele não tinha onde reclinar Sua cabeça (Lucas 9:58), todavia nos deixou um exemplo perfeito.

Uma vez que recebemos por meio da graça e mediante a fé a salvação no Senhor Jesus Cristo, somos portadores, da mensagem da salvação do homem. Peçamos a Deus que nos dê a força para sermos testemunhas vivas de nosso Senhor.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *