Conectado por

Cuiabá-MT

Emanuel Pinheiro diz que aguarda aprovação de vacina para iniciar plano de imunização em Cuiabá


Compartilhe:

Publicado por

em

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) garantiu que assim que a vacina para a Covid-19 for aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), irá trazê-la para Cuiabá. Nesta semana, o chefe do Executivo municipal iniciou diálogo com o Governo de São Paulo para receber doses da Coronavac, produzida pela farmacêutica chinesa Sinovac.

“Seguimos monitorando a situação da Covid-19 em Cuiabá e acompanhando a aprovação de uma vacina no Brasil. Iniciamos nessa semana o diálogo com o Governo de São Paulo para receber a vacina Coronavac, produzida em parceria pelo Instituto Butantan e a farmacêutica Sinovac Life Science”, disse o prefeito em suas redes sociais.

Emanuel Pinheiro entrou em contato com a equipe do governador João Dória na quinta-feira. O prefeito tem adotado um discurso que este é um momento de pandemia e de que não é possível esperar para que Cuiabá seja uma das capitais que saia na frente no quesito imunização.

Como as conversas ainda estão no início, não se sabe o custo das vacinas e nem a quantidade disponível para a Capital. Como exemplo, pode-se usar a contratação feita pelo município de Niterói (RJ), que pagou dez dólares por cada dose da CoronaVac. A população cuiabana é estimada hoje em mais de 600 mil habitantes.

O governador Mauro Mendes (DEM), que está em São Paulo nesta sexta-feira (11) também confirmou agenda no Instituto Butantan para acompanhar a situação da vacina.

“Estamos conversando com o Governo Federal e cobrando que a Anvisa autorize a vacina, seja ela qual for, o quanto antes. Aqui em São Paulo, tenho conversado com o governador João Dória e vou conhecer hoje a vacina Coronavac. A prioridade é garantir uma vacina segura aos mato-grossenses o mais rápido possível”, declarou Mauro Mendes.

Olhar Direto