Conectado por

Featured

Emanuel pede a Mauro que ajude a consolidar HMC e garante apoio em conclusão de dois hospitais e VLT


Compartilhe:

Publicado por

em

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), afirmou que está à inteira disposição do governador Mauro Mendes (DEM) para apoiá-lo na retomada das obras dos hospitais Júlio Muller e Central, anunciados pelo democrata no dia da inauguração do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC). Porém, para que isto ocorra, o emedebista cobra uma ajuda para que o Palácio Paiaguás consolide a nova unidade, que começou a funcionar com 100% de sua capacidade na última semana. 

“Me ajuda a consolidar o HMC. Até agora nada. Estou pronto. Conte comigo governador Mauro Mendes e toda sua equipe. Quer o meu apoio para os hospitais? Tem 100%. Se precisar de apoio para o VLT, que tem de estar incluído nisto, estou 100% disponível”, disse o prefeito nesta segunda-feira (25).
 
Emanuel ainda pontua que esperava uma postura diferente do governador Mauro Mendes, acreditando que ele deva ajudar a consolidar o HMC. “É uma unidade do Estado, de alta complexidade. Atendo o Estado todo, tem até boliviano lá dentro. Esperava isto [ajuda]. Vejo um monte de agressão gratuita. Me coloco à disposição, o que Cuiabá puder fazer para viabilizar estes hospitais, o VLT, estou aqui. Me ofereço pela cidade”.
 
O prefeito ainda revelou que foi orientado por sua equipe a não tocar mais na rusga que tem tido com Mauro Mendes, mas brincou que não consegue ficar quieto sobre o assunto, já que o importante é Cuiabá sair ganhando com uma disputa saudável.
 
“Não precisa um gostar do outro, tomar cerveja junto, assistir jogo do Flamengo. Cuiabá precisa de alguém comprometido com a melhora do município. Essa relação hostil, acho que não ganhamos nada. Não é chute na canela, quero esta disputa sadia de entregas. Estou pronto. Esquece até o HMC, que entreguei há uma semana. Daqui para frente, vamos ver quem entrega mais. Não estou provocando. Estou fazendo uma disputa sadia com a gestão estadual, quero que os cuiabanos saiam ganhando”, finalizou o prefeito.
 
O Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) foi assunto que rendeu alfinetadas entre os dois lados. No dia da entrega, Mauro Mendes utilizou o final de seu discurso para entregar ao prefeito uma planilha que comprovaria que durante sua gestão as obras do novo hospital não ficaram paradas.

 
“Só para finalizar, eu quero deixar em suas mãos uma planilha porque estes dias eu vi o senhor anunciando, eu tenho certeza que o senhor fez isso porque a assessoria deve ter lhe informado de maneira equivocada, que a obra ficou paralisada, aqui está uma planilha da Prefeitura que mostra que desde julho de 2015, quando a obra teve sua primeira medição, até maio deste ano, todos os meses em todos estes anos houveram medições e que deixaram esta obra sempre em funcionamento, eu tenho certeza que quando o senhor falou isso uns dias atrás, foi a sua assessoria, porque tenho absoluta convicção que o senhor jamais falaria uma inverdade dessas, então para reposicionar a verdade eu quero entregar pessoalmente em suas mãos, e agradecer muito por ter terminado esta obra”.
 
O ato de Mauro foi vaiado por algumas pessoas que estavam presentes no evento. Quando questionado sobre as vaias, o governador se defendeu dizendo que o que fez foi um reposicionamento da verdade e que deveriam é “vaiar a mentira”.
 
“Acho que não [está competindo]. Se quiser, ótimo, eu topo. Quem ganha é Cuiabá. Acho que já dei o tom. Minha gestão de entregas, obras, está fazendo ele mexer o corpo e querer fazer grandes entregas. Isto é bom, quem ganha é a população. Eu topo esta competição. Vamos daqui para a frente, pode até esquecer para trás que já entreguei. Quero que todos ganhem tudo do bom e do melhor. Vamos à luta Mauro”, disse Emanuel Pinheiro.
 
Emanuel ainda pontuou que não ficou chateado por Mauro Mendes ter anunciado a retomada das obras dos hospitais Central e Júlio Muller no dia da inauguração do HMC: “Não fiquei. Está havendo reconhecimento maravilhoso, nada tira o brilho do HMC. É uma obra feita por quem mais precisa”.
 
Anúncio
 
Mauro Mendes, compareceu ao lançamento da sexta etapa do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), mas, além de parabenizar o prefeito Emanuel Pinheiro pela finalização da obra, também fez questão de anunciar que, na próxima semana, apresentará os projetos dos editais de lançamento do Hospital Central e do Hospital Julio Muller.

 
“Este é o maior hospital na atualidade da capital, mas eu sinto em dizer, prefeito – e eu não gosto de anunciar, mas é importante a gente anunciar também – que na próxima semana já quero convidar a todos para que nós possamos mostrar à imprensa todo o projeto, todo o cronograma do edital de lançamento do Hospital Central, que está há mais de 30 anos paralisado, e que na segunda-feira nós vamos apresentar o projeto para finalização desse hospital, de 23 mil metros quadrados”, disse Mauro.
 

O HMC tem, no total, 21 mil metros quadrados, e foi entregue à população por etapas. A presença do governador na inauguração era uma dúvida, já que ele e Emanuel têm enfrentado uma rusga nos últimos tempos. Logo em seguida aos anúncios de Mauro, o prefeito afirmou: “Vamos falar sobre o HMC, que é a pauta”.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *