Conectado por
Governo de Rondônia

Mato Grosso

Em almoço, base pede diálogo antes do envio de “pautas-bomba”

Publicado por

em


Continua após a publicidade

O governador Mauro Mendes (DEM) recebeu 17 deputados que integram sua base na Assembleia Legislativa para um almoço no Palácio Paiaguás, nesta quarta-feira (11). A única ausência, entre os governistas, foi o deputado Romoaldo Júnior (MDB), que alegou problemas pessoais.

A principal “cobrança” feita pelos parlamentares foi no sentido de ampliar o diálogo entre o Executivo e o Legislativo no que diz respeito aos projetos que são encaminhados à Casa, especialmente aqueles considerados mais polêmicos.

A ideia é que o Governo discuta as mensagens com os deputados de forma antecipada, até mesmo para evitar qualquer embaraço ou atraso nas votações em plenário.

“Essa reunião foi uma iniciativa do governador Mauro Mendes. [trata-se de] uma reunião de alinhamento junto com a base de sustentação ao Governo na Assembleia. A ideia é alinharmos os projetos de lei que temos a partir de setembro até o final do ano”, disse o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho.

Acho que poderíamos nos antecipar em alguns projetos de lei para encaminhar tudo já esclarecido e não ter problema com relação à votação

“Entendemos que esse diálogo tem que acontecer mais vezes. Acho que poderíamos nos antecipar em alguns projetos de lei – tanto da parte do Governo como da Assembleia – para encaminhar tudo já esclarecido e não ter problema com relação à votação. Esse é o principal foco a partir de hoje”, acrescentou.

Projeto da Pesca

Entre as chamadas “pautas-bomba”, está o projeto de lei que proíbe o transporte, armazenamento e comercialização de peixes em Mato Grosso por cinco anos.

Alguns parlamentares – incluindo membros da base- têm feito críticas à mensagem e sinalizado voto contrário ao texto.

O chefa da Casa Civil minimizou a possibilidade de governistas não apoiarem o projeto do Governo.

“Temos que levar em consideração que até hoje todos os projetos de lei encaminhados pelo Governo foram aprovados”, disse.

“Com certeza, com os ajustes que deverão ser feitos e essa construção que estamos fazendo na Assembleia com relação ao PL da Pesca, vamos lograr êxito”, disse Carvalho.

Aproximação

Presente no almoço, o presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (DEM), reforçou o pedido de estreitamento na relação entre o Governo e sua base.

“Foi um almoço para integrar a base com os projetos do Governo. Precisa ter um contato maior, ampliar essa conversa sobre os projetos”, disse.

Botelho disse, por fim, que não houve qualquer pedido por parte do governador para que algum projeto tenha sua votação “acelerada” na Casa.

“Nada nesse sentido. Houve, sim, um pedido da bancada para que os projetos mais importantes sejam discutidos antes de serem encaminhados para a Assembleia”.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *