Conectado por

Ariquemes

Dois detentos da 8ª fuga são recapturados próximo a residencial popular de Ariquemes, RO


Compartilhe:

Publicado por

em

A Polícia Militar (PM) recapturou no último domingo (9) dois dos 10 detentos que fugiram do Centro de Ressocialização de Ariquemes (RO), no Vale do Jamari, no sábado (8). Conforme a PM, a dupla foi encontrada próximo ao Bairro Jardim Feliz Cidade e a prisão aconteceu após uma denúncia anônima.

Robson Alves dos Santos, de 29 anos, e Marcos da Silva de Castro, de 34 anos, ainda tentaram fugir ao avistarem a polícia, mas foram abordados em seguida. Ambos apresentavam diversos cortes pelos corpos, que sofreram ao passarem pela concertina das grades de proteção do presídio. Oito presos ainda seguem foragidos.

Consta no boletim de ocorrência que a PM recebeu uma denúncia de que haviam dois suspeitos sem camiseta e com vários arranhões caminhando pelo Bairro Jardim Feliz Cidade. Ao chegaram na entrada do residencial popular, os policiais viram os suspeitos em um terreno baldio.

Quando perceberam a presença da polícia, a dupla ainda tentou fugir a pé, mas eles foram alcançados e presos momentos depois. Eles confessaram que havia fugido do presídio no sábado e que caminharam pela mata até chegarem na cidade.

Robson e Marcos foram encaminhados até a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Ariquemes para o registro da ocorrência e depois foram reapresentados no Centro de Ressocialização.

Histórico dos dois recapturados

Marcos da Silva de Castro estava preso em Porto Velho e foi encaminhado para o presídio de Ariquemes em março de 2018. Ele cumpre pena por uma tentativa de homicídio e por um roubo.

Já Robson Alves dos Santos foi preso em janeiro de 2017, após praticar um roubo em uma relojoaria de Jaru (RO). O apenado possuía um mandado de prisão por roubo expedido pela 2ª Vara Criminal de Ariquemes e foi transferido para o município.

Quem são os outros fugitivos

A direção do Centro de Ressocilização divulgou as fichas dos presos que fugiram da unidade prisional no último fim de semana. A PM realiza buscas para recapturar os outros oito detentos que seguem foragidos.

Alexandro Bispo dos Santos, 22 anos – Ele foi um dos 11 presos que fugiram uma semana após a unidade prisional ser inaugurada no município, em agosto de 2017. A Polícia Civil de Ji-Paraná (RO) recebeu uma denúncia anônima sobre um suspeito com arma de fogo em uma residência, em outubro de 2017. Ele foi encontrado no imóvel com uma pistola e um revólver.

Dhione Costa Santos, 26 anos – Preso após uma troca de tiros com a PM em que o comparsa foi morto em um apartamento no Setor 6, na Avenida Juscelino Kubitschek, em Ariquemes. Três armas de fogo foram apreendidas com a dupla. Eles eram acusados de praticarem vários roubos na zona rural.

Edmilson de Jesus, 26 anos – Ele também foi um dos presos que fugiram da unidade em agosto de 2017. Foi preso em julho de 2018, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) dentro de um ônibus no Km 1, em Vilhena (RO). Ele carregava R$ 25 mil e uma pistola com nove munições. O apenado foi indicado pela Polícia Civil de Ariquemes como o principal suspeito de matar um homem de 32 anos em uma tentativa de assalto.

Ednan Oliveira dos Santos, 22 anos – Preso pela PM em fevereiro de 2018, no Setor 4, em Ariquemes, ao tentar fugir da guarnição com uma motoneta depois de praticar um roubo no Setor Parque das Gemas. Os objetos levados da residências foram encontrados com o infrator.

Eduardo Alberto de Andrade, 22 anos – Preso em julho de 2015 depois de roubar uma bolsa e um celular de uma pedestre no Setor 3, em Ariquemes. Ele e o comparsa foram vistos pela PM no Setor 25 de Dezembro, quando fugiam em uma motoneta roubada e foi preso após uma perseguição.

Fábio Onofre de Oliveira, 25 anos – Era detento do regime semiaberto de Ariquemes, quando atropelou e matou um adolescente de 14 anos, que andava de bicicleta pela Avenida Jaru, no Setor 4, em janeiro de 2017. Pelo Crime ele foi condenado a 17 anos de prisão.

Jucinei Alves dos Santos, 25 anos – Preso pela PM em maio de 2017 após ser flagrado furtando o baú de uma motoneta na frente de uma faculdade privada, no Setor 6.

Thiago Pereira Barros, 30 anos – Preso em janeiro de 2018 enquanto tentava fugir a pé na zona rural de Cacaulândia (RO). A Polícia Civil indicou Thiago como o principal suspeito de assassinar um jovem de 20 anos durante um roubo no Setor BNH e de ter participação na morte de um servidor público, de 60 anos, que foi encontrado enterrado no quintal da própria casa três meses depois estar desaparecido.