Conectado por
Governo de Rondônia

Saúde

Doenças transmitidas pelo beijo

Publicado por

em


Continua após a publicidade

O beijo é um ato carinhoso ou amoroso que identifica uma grande intimidade entre as pessoas, mas é também uma troca de germes (bactérias e vírus) contidos na saliva e na mucosa oral das pessoas envolvidas. O beijo, além do contato das mucosas orais, implica numa proximidade física que favorece também a transmissão aérea.

Praticamente todas as doenças que podem ser transmitidas por via aérea, a partir de gotículas de saliva expelidas quando uma pessoa tosse, espirra ou simplesmente respira podem, com eficiência ainda maior, serem transmitidas pelo beijo. As pessoas que se beijam normalmente têm outros contatos estreitos entre si, o que também facilita a transmissão de doenças infecciosas.

Quais são as doenças transmitidas pelo beijo?

Grande parte das infecções por vírus ou bactérias podem ser transmitidas pelo beijo, embora essa não seja a principal forma de transmissão delas. Entre elas, contam-se:

Resfriados

Muitos vírus diferentes podem causar o resfriado comum e outras infecções do trato respiratório superior. Eles podem ser disseminados por gotículas no ar e por meio do contato direto com secreções que contenham os vírus, como a saliva.

Mononucleose infecciosa

A mononucleose infecciosa é uma infecção viral também conhecida como “doença do beijo”, causada pelo vírus Epstein-Barr. O vírus é transmitido pela saliva e a infecção ocorre por contato.

Infecção por vírus do herpes

Os vírus que fazem parte da família do herpes incluem o Epstein-Barr, a varicelazoster (que pode causar varicela) e o herpes simples (que pode causar herpes labial).

Hepatite B

O beijar também pode transmitir o vírus da hepatite B, embora o sangue tenha níveis mais altos desse vírus que a saliva. A infecção pode ocorrer quando a saliva entra em contato direto com as membranas mucosas de outra pessoa. É mais provável que uma pessoa seja infectada ao beijar se tiver lesões mucosas abertas na boca.

Verrugas

As verrugas na boca podem se espalhar através do beijo, especialmente se houver áreas de trauma recente na mucosa bucal.

Doença meningocócica

A doença meningocócica é uma condição potencialmente fatal que inclui meningite e septicemia. Estas bactérias podem se espalhar através de contato direto ou através de gotículas. Estudos mostram que, com relação ao beijo, apenas o beijo profundo parece ser um fator de risco.

Cárie dentária

As bactérias que causam a cárie dentária não são encontradas na boca dos recém-nascidos. A boca de um bebê (ou de uma criança maior) deve ser colonizada com saliva infectada, que pode ser passada por um beijo nos lábios.

Sífilis

Uma das características da sífilis é o desenvolvimento de lesões na boca. Essas lesões tornam a sífilis transmissível através do beijo. O beijo não é a maneira mais comum de transmitir a sífilis.

Gengivite

Cada pessoa tem uma flora bacteriana natural em seu ambiente oral. Quando alguém beija, podem passar bactérias através do beijo, o que pode resultar em gengivite.

Também a gonorreia, a clamídia e o HIV podem ser transmitidos através da saliva, mas a possibilidade que isso aconteça é tão remota que muitas vezes essa via de transmissão nem é considerada. O risco de transmissão muda se a pessoa tiver um corte ou alguma outra lesão na mucosa bucal.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *