Conectado por

Artigos & Colunas

Do Brasil à Sérvia: Quem do mundo do futebol está com coronavírus?

Publicado por

em

A indústria milionária do espetáculo futebolístico não passou incólume pelo vírus

Continua após a publicidade
<

 

 Toda a indústria futebolística parou, jogos, vendas de objetos oficiais, apostasesportivasbonus.com e outros sites de apostas esportivas.

A paralisação de diversos campeonatos se deu para prevenir que os profissionais contraíssem o vírus, porém a doença não perdoou os astros do futebol.

No caso do Campeonato Brasileiro, apenas o técnico do Flamengo, o Jorge Jesus, deu positivo no teste do Covid-19 — a contraprova do português deu negativo e ele não apresentou sintomas.

Porém, na Europa e na China diversos jogadores contraíram o vírus.

Na Juventus, da Itália, o zagueiro Rugani foi o primeiro a ser contaminado, no dia 11 de março, seis dias depois foi o volante francês Matuidi e após poucos dias o craque argentino Dybala também publicou que havia contraído o vírus.

Na Itália, o clube Sampdoria foi o que teve mais atletas contaminados, são eles Gabbiadini, Bereszynski, La Gumina, Thorsby, Colley e Ekdal. A Fiorentina também teve dois atletas contaminados, são eles Pezzella e Vlahovic.

 Na Espanha, o primeiro confirmado foi um brasileiro no dia 15 de março. Jonathas de Jesus, jogador do clube do sudeste espanhol Elche FC que foi revelado pelo Cruzeiro em 2006 e passou pelo Corinthians em 2018. Informações divulgadas pelo clube afirmam que a recuperação vai bem.

O Valencia é o clube espanhol que concentra mais contaminados, são três: Garay, Gaya e Mangala. O Espanyol também tem 2 atletas em tratamento, são eles Cabrera e Wu Lei.

 O outro brasileiro que contraiu o vírus é Dori, jogador do Meizhou Haka no campeonato chinês. Revelado pelo Fuminense e com passagem pelo Náutico o jogador está em isolamento e, de acordo com o clube, a recuperação vai bem.

 Na China, o volante belga Fellaini também foi contaminado, foi o primeiro jogador da primeira divisão a contrair o vírus. A recuperação, segundo a equipe, vai bem.

A Alemanha foi um dos primeiros países em que houve um jogador com o novo coronavírus. No mesmo dia de Rugani, da Juventus, o Hannover confirmou que o zagueiro Timo Hubbers havia contraído o vírus. O jogador havia interagido com um infectado em uma festa e avisou o departamento médico — que o isolou e pediu exames que confirmaram a infecção.

 No Hannover, o jogador Horn também contraiu o vírus. E o Paderborn foi o outro clube, o jogador Kilian também contraiu o Covid-19.

 Na Inglaterra, o Portsmouth foi o clube com mais infectados com quatro. São eles Mnoga, Raggett, Cannon e Bolton. Além deles, Austin do West Bromwich e Hudson-Odoi do Chelsea.

 Por fim, em todo território francês — um dos mais abalados pela crise — apenas o Troyes tem um jogador infectado, é o atacante coreano Hyun-jun.

 ASSESSORIA