Conectado por
Governo de Rondônia

Rondônia

Detran-RO esclarece dúvidas referentes à EAR para atividades remuneradas

Publicado por

em


Continua após a publicidade

A frota de veículos automotores está cada vez maior em Rondônia, e com esse aumento, o uso dos transportes para atividades remuneradas cresce também, principalmente os serviços prestados através de vans escolares, moto táxi, táxi, ônibus, caminhão e aplicativos de transporte como Uber, Urbano Norte, e outros.

Para exercer a função remunerada é necessário ter a EAR (Exerce Atividade Remunerada), que é um registro que certifica a condução para fins de atividades remuneradas. Sendo assim, é obrigatório seu uso para todos que trabalham ou pensam em trabalhar com transporte de carga e passageiros.

Ao contrário do que muitos pensam a declaração não é exclusiva apenas para veículos de placa vermelha (aluguel), mas, para todo tipo de veículo que tem possibilidade de remuneração em função da condução.

Benefícios

Os benefícios são vários, não apenas para segurança de passageiros e motoristas, mas também para legalidade do trabalho, evitando multas e outros problemas que possam vir pela falta da legalização.

Hoje, muitas empresas que oferecem serviços relacionados à condução já exigem a EAR, por isso, é necessário garantir o documento para estar apto a uma vaga de emprego na área.

O condutor fará exames psicológicos e toxicológicos com mais frequência, a fim de garantir a segurança no trânsito, já que as grandes maiorias dos profissionais passam mais horas na direção.

Procedimentos

Aos interessados que desejam realizar os procedimentos para alterações de dados e incluir a EAR na CNH, é necessário procurar um posto de atendimento do Detran e passar pelo exame clínico (R$ 130,24), exame psicológico (R$ 130,42), taxa de emissão da CNH (R$ 104,34) e coleta de dados biométricos (Foto e assinatura).

Mais informações através da Coordenadoria de Habilitação: (69) 3217-6967.