Conectado por

Justiça

Detido no Paraguai, Ronaldinho acumula problema com a Justiça

Publicado por

em

Ronaldinho Gaúcho e o seu irmão, Roberto Assis, estão detidos no Paraguai desde a noite dessa quarta-feira (04/03) por suspeita de que estivessem portando passaportes falsos. A investigação está em curso – foram apreendidos dois documentos paraguaios considerados adulterados em nome da dupla, além de telefones celulares –, mas revela um novo embate do craque com a Justiça.

O ex-jogador de 39 anos carrega em seu currículo recente a apreensão do passaporte, em 2018, por conta de uma condenação pela construção irregular de um pier com estrutura de pesca e atracadouro na orla do rio Guaíba. De acordo com o Ministério Público do estado, a instalação ocorreu em uma área de preservação permanente.

Por conta dessa condenação, Ronaldinho teve apreendido ainda duas BMW, uma Mercedes-Benz, avaliados em R$ 200 mil, além de um quadro estimado em US$ 20 mil (R$ 75 mil). Após perder recurso na Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), por unanimidade, Ronaldinho conseguiu recuperar seu documento em setembro do ano passado, quando costurou um acordo com o Ministério Público e encerrou o processo após pagamento de uma multa. O valor, porém, até hoje não foi revelado.

FONTE: METROPOLES