Conectado por

Acre

Detentos atiram pedras em câmeras de segurança e ferem agente durante princípio de motim em presídio de Rio Branco


Compartilhe:

Publicado por

em

Detentos do pavilhão A atiraram pedras nas câmeras de segurança do Presídio Francisco D’Oliveira Conde, em Rio Branco, e atingiram um agente penitenciário. A confusão ocorreu na tarde desta quarta-feira (18), dia da visita íntima, equanto os presos estavam no banho de sol. A informação foi confirmada pelo presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Acre (Sindapen), Lucas Bolzoni.

Ao G1, a assessoria da Secretaria de Segurança Pública do Acre (Sesp) informou que a confusão foi causada durante um princípio de motim e que a situação está sendo contida. O que teria motivado a ira dos detentos, segundo a Segurança, é que houve um reforço na revista das celas e das grades.

Não há informações de presos feridos. A equipe de choque do Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi encaminhada à unidade. O carcereiro atingido por uma pedra já recebeu atendimento.

“Esse pavilhão é muito lotado. Os detentos acabaram quebrando algumas câmeras que tem na vigilância do banho de sol e também lançaram pedras contra a guarita e um agente penitenciário foi atingido no supercílio com uma pedrada. A ocorrência não envolveu arma de fogo e o grupo assistencial da penitenciária já tomou o controle”, disse Bolzoni.

Tiros

Uma testemunha, que não quis se identificar, relatou que os moradores ouviram vários disparos e que os visitantes saíram correndo de dentro do presídio. Além disso, a estrada de acesso ao local está fechada.

A testemunha relatou que quatro visitantes entraram na unidade com a equipe do Bope, pois havia relatos de feridos. A Sesp-AC diz que pode haver feridos, devido a disparos de bala de borracha para conter o motim, mas ainda aguarda mais informações sobre a situação.

“Foram muitos, muitos tiros. As visitantes estão presas lá dentro. Fecharam a estrada e dizem que tem um morto”, relatou.