Conectado por

Acre

Desmatamento no Acre em abril aumentou 67% em comparação com ano passado, aponta Imazon


Compartilhe:

Publicado por

em

Mesmo tendo o menor percentual de desmatamento dentro da Amazônia Legal, o Acre apresentou, no mês de abril, um aumento de 67% de área desmatada em comparação com o mesmo período no ano passado.

Dados do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) obtidos via Sistema de Alerta do Desmatamento (SAD) mostram que no mês passado o estado desmatou uma área de 10 km². Enquanto que no mesmo mês no ano passado, essa área era de 6 km².

Já na comparação entre o período de agosto de 2019 a abril de 2020 e agosto de 2020 a abril de 2021, o aumento de área desmatada foi ainda maior, de 91%.

A Amazônia Legal teve 778 km² de seu território desmatado em abril deste ano. Ainda segundo o Imazon, esse é o maior valor da série histórica para o mês dos últimos 10 anos.

O SAD monitora via satélite as áreas desmatadas na região. Dados revelam que houve aumento de 45% de desmatamento em relação ao mesmo mês no ano passado, quando o desmatamento somou 536 km².

No ranking dos estados com maior área desmatada, o Amazonas lidera a lista com a maior parte do percentual (28%), seguido pelo Pará (26%), Mato Grosso (22%), Rondônia (16%), Roraima (5%), Maranhão (2%) e Acre (1%).

Acre registra 35 focos de queimadas nos primeiros meses deste ano — Foto: Sérgio Vale/Arquivo pessoal

Acre registra 35 focos de queimadas nos primeiros meses deste ano — Foto: Sérgio Vale/Arquivo pessoal

Focos de queimadas

Dados do relatório da sala de situação de monitoramento hidrometeorológico do Acre, divulgados nessa quarta-feira (25) apontam que o estado acreano registrou, entre o dia 1º de janeiro a 24 de maio deste ano, 35 focos de queimadas em 11, dos 22 municípios do estado.

O acompanhamento é feito por meio de dados do Satélite de Referência e divulgados pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente do Acre (Sema).

Os municípios acreanos com ocorrência de focos de queimadas no período foram: Cruzeiro do Sul (7), Feijó (6), Mâncio Lima (4), Epitaciolândia (3), Rodrigues Alves (3), Marechal Thaumaturgo (3), Rio Branco (3), Senador Guiomard (2), Tarauacá (2), Brasileia e Porto Acre (1).

G1.globo.com

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento