Conectado por

fatalidade

Desembargador Onésimo criou geração de homens e mulheres honrados, afirma diretor da FESMP-MT


Compartilhe:

Publicado por

em

A Escola Superior do Ministério Público de Mato Grosso lamenta o falecimento do desembargador aposentado Onésimo Nunes Rocha, nesta quarta-feira (26 e setembro) em São Paulo. O magistrado tinha 88 anos.

“O desembargador Onésimo criou uma verdadeira geração de homens e mulheres honrados, defensores de valores morais sólidos, tão carentes hoje em dia. Aos familiares e amigos, nossos mais profundos sentimentos”, afirmou o diretor da FESMP-MT, Joelson de Campos Maciel.

Onésimo Nunes Rocha atuou como advogado desde a década de 1960, foi juiz de Direito da Comarca de Poxoréu (1ª Entrância), exercendo também jurisdição nas comarcas de Aquidauana e Três Lagoas, quando Mato Grosso ainda era um só do estado.

Responsabilizou-se pelo pleito de 1966, presidindo e apurando eleições nos municípios de Dom Aquino, Jaciara, Rondonópolis e Poxoréu, cujo Fórum leva seu nome.

O magistrado ascendeu ao cargo de desembargador por antiguidade em 1983 e a aposentadoria se deu em 1996. Atuou como vice-presidente do Tribunal de Justiça (TJMT), como presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) e como corregedor-geral de Justiça.

Segundo o Tribunal de Justiça, o corpo será velado no Espaço Desembargador Gervásio Leite na sede do TJMT em horário ainda a ser definido.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento