Conectado por

Mato Grosso

Deputado Eduardo Botelho nega estremecimento, mas admite: “Mendes deve ouvir deputados”


Compartilhe:

Publicado por

em

O deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) negou que exista um estremecimento na relação do governo Mauro Mendes (DEM) com sua base de apoio na Assembleia Legislativa.

Esse descontentamento foi apontado nas últimas semanas pela deputada estadual Janaina Riva (MDB). Segundo ela, haveria – neste momento – uma insatisfação muito grande dos aliados com o chefe do Executivo Estadual.

“Não há estremecimento. O que há são discussões de trabalho. Eu discuto com governador e com secretários, porque quero algo de uma forma. Mas, às vezes, acaba não saindo do jeito que queremos. Mas isso é normal em qualquer lugar de trabalho. Não vejo como estremecimento ou algo ruim”, afirmou Botelho.

“Você acha que o governador Mauro Mendes faz tudo o que quer? Tem muita coisa que ele quer de um jeito, mas por conta da Assembleia ou da Justiça, tem que fazer de outro”, emendou o deputado.

Botelho admitiu, todavia, que o governador Mauro Mendes deveria se abrir mais ao diálogo com os deputados estaduais.

“Ele poderia usar mais os deputados, utilizar mais a capacidade e experiência dos deputados. Cada um que está ali é uma entidade, representa um setor, tem uma participação importante junto à população e pode contribuir com o Governo”, disse.

Comparação com Taques

O deputado disse ainda discordar de uma comparação feita pela deputada Janaina Riva.

Recentemente, a parlamentar afirmou que – em dados momentos – a postura de Mendes se assemelha muito a do ex-governador Pedro Taques, de quem Janaina foi oposição ferrenha.

“Eu poderia dizer que o Mauro é mais finalista. Entrega mais, cumpre mais, dá mais resultado. Então, nesse aspecto, não cabe a comparação. Agora, evidentemente que tem muitas questões que gostaríamos que houvesse mais participação dos deputados”, concluiu.

Agoramt.com.br