Conectado por

Mato Grosso

Deputado Botelho: “Não temos mais condições para fazer lockdown em MT”


Compartilhe:

Publicado por

em

Primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, o deputado Eduardo Botelho (DEM) afirmou não ver condições de o Estado passar por um lockdown como forma de frear o avanço da Covid-19.

“Não temos mais condições de fazer um lockdown. Não temos condição moral para fazer isso e nem científica para explicar que isso é o que vai resolver [a situação da pandemia]”, disse ele em live do MidiaNews.

Para Botelho, o melhor caminho para o Estado seria a Assembleia ter aprovado o projeto do Executivo que previa um feriadão no Estado. Na ocasião, o projeto recebeu apenas um voto favorável na Casa, dado pelo deputado de oposição Lúdio Cabral (PT).

Seria o menor prejuízo e o melhor resultado, mas não houve entendimento dos deputados e o Governo não conseguiu convencer os parlamentares e os empresários”, afirmou.

Relaxamento

O deputado ainda criticou a “acomodação” da população diante do alto número de mortes no país e em Mato Grosso.

Enquanto no país já superamos a marca de 355 mil óbitos por Covid-19, no Estado, o número de mortos pela doença já chega a 8,6 mil.

“Houve um relaxamento geral, uma acomodação total. Começaram a acostumar com as mortes, mas isso não é normal”, disse.

“Parece que estamos vivendo aquilo que Stalin dizia: ‘a morte de uma pessoa é uma tragédia, mas a de milhões é uma estatística’. Ninguém se importa mais”, acrescentou.

Vacinação

O parlamentar afirmou que o momento, agora, é de lutar para acelerar a vacinação da população e defendeu o projeto, recém-aprovado pela Câmara dos Deputados, que permite à iniciativa privada comprar vacinas contra a Covid-19 para a imunização de empregados.

A matéria agora segue para análise do Senado, mas tem sido alvo de críticas. A infectologista Márcia Hueb, por exemplo, afirmou em entrevista recente ao MidiaNews que tal medida apenas aumentaria a desigualdade no país e é um primeiro passo para tirar a vacina do Sistema Único de Saúde (SUS).

“Já está comprovado que só vamos sair dessa doença com a vacinação. Pelo amor de Deus. Tem que liberar para os empresários comprarem para os seus funcionários. Isso não é criar privilégio, é dar acesso a todos”, rebateu.

“Daqui a pouco essa vacina vai estar no mercado. Temos mais de 200 laboratórios produzindo. Tem que liberar para os empresários comprarem para os seus funcionários e o Estado compra para quem não condições”, completou Botelho.

Confira a live na íntegra:

 

 

 

Midianews.com