Conectado por

Mato Grosso

Deputada Janaina Riva cita ambientes seguros e defende retorno de aulas


Compartilhe:

Publicado por

em

A deputada estadual Janaina Riva (MDB) afirmou ser favorável ao projeto que classifica atividades educacionais particulares como atividades essenciais, por entender que as escolas são ambientes seguros.

Em sessão realizada na manhã desta segunda-feira (5), ela defendeu o retorno das escolas nas instituições privadas e naquelas escolas municipais que possuem estrutura para o retorno seguro

Na tribuna, a deputada apresentou alguns números sobre um estudo realizado no Município de Sorriso. Segundo ela, uma pesquisa feita naquela cidade mostrou que dos 17,3 mil envolvidos na retomada das aulas, o percentual de contaminação foi de 0,05%.

“As escolas são ambientes seguros. Quando as escolas estão bem preparadas, como as municipais, as particulares, elas disponibilizam máscara, álcool em gel, têm estrutura necessária e se tornam ambiente seguros para nossas crianças. Sem contar que os pequenos deixam de ficar nas ruas, acompanhando pais no trabalho e são bem alimentados, cuidados”, observou a parlamentar.

Janaina, no entanto, disse ter a clareza de que, ao menos por ora, não há que se falar no retorno das atividades nas escolas estaduais, que enfrentam realidade bastante distinta.

“As estaduais hoje não têm condições de retomar atividades escolares. Mas as que tiverem, tem que ter o direito de retomar as aulas com seus alunos. E depois teremos que trabalhar para correr atrás do prejuízo dos alunos das escolas estaduais”, disse.

“O Sintep já se manifestou que não aceita voltar enquanto professores não estiverem 100% vacinados. E eu entendo, tem meu respeito. Mas e aqueles professores que querem voltar? E aqueles pais que querem mandar filhos para escolas? Também merecem ter voz aqui dentro da Assembleia”, ponderou.

Ainda segundo Janaina, é preciso levar em consideração as aulas de adolescentes, jovens e adultos que já têm, inclusive, maior discernimento dos cuidados que devem ser adotados de modo a evitar a propagação da Covid-19.

“Então, na minha opinião, a Assembleia tem que permitir que a educação seja um direito das crianças, jovens, adolescentes e adultos nesse estado”, concluiu.

Agoramt.com